Programa Adoradores sem Limites

domingo, 27 de dezembro de 2009

.
escrituras
 

O ano novo e a volta de Cristo

 
Preparativos feitos, comidas tipicas, espera pela meia-noite, acabamos por saudar o ano novo, na esperança de uma renovação em nossas vidas. Como Cristãos o que podemos esperar no decorrer de cada ano? muitos tem creio que erroneamente em um positivismo sem precedentes acreditado que vamos influenciar todas as esferas da sociedade, e assim melhorar a sociedade que nos cerca. Bom certo é que cada um de nós devemos dar o nosso melhor, mas verdade BIBLICA, é que o mundo caminha mal, que os dias serãos tenebrosos, com o advento de vários sinais que indicam que Jesus está voltando. A historia da humanidade caminha para o seu "Escaton" para o seu final.
È importante que tenhamos em mente que Cristo está proximo, e devemos nós preparar, o ano novo e suas festividades (boas por sinal) não podem fazer com que sejamos sentenciados por nossa cegueira igual a geração dos dias de ´Noé, que comiam, bebiam e davam-se em casamento. Comamos, Bebamos, Casemo-nos mas estejamos atento a voz da trombeta!
 
Relembremos as Palavras de Jesus:
 
"Porque se levantará nação contra nação, reino contra reino"
(Mt 24.7).
reino contra reino
• Mateus 24.4-5: "Vede que ninguém vos engane. Porque virão muitos em meu nome dizendo: Eu sou o Cristo, e enganarão a muitos". Desde o momento da ascensão de Jesus aos céus, centenas de falsos cristos já apareceram.
• Mateus 24.6: "E, certamente, ouvireis falar de guerras e rumores de guerras...". Desde que Jesus predisse isso, já houve, pelo menos, 12 mil guerras.
• SUA MENSAGEM: "...vede, não vos assusteis, porque é necessário assim acontecer, mas ainda não é o fim".

Jesus Predisse Sinais Que Antecederiam a Tribulação

• Mateus 24.5: "Porque virão muitos em meu nome [...] e enganarão a muitos". Centenas de falsos mestres apareceram em cena desde o primeiro século até agora.
• Mateus 24.7 – O primeiro sinal ou "dor de parto": "Porque se levantará nação contra nação, reino contra reino". Uma vez que a visão apresentada por Jesus neste versículo era de amplitude mundial, poderia ser uma alusão à I Guerra Mundial (1914-1917), a qual, historicamente, foi o primeiro conflito de proporções mundiais, iniciada por uma nação contra outra e que acabou por envolver as nações do mundo. "...e haverá fomes [a versão Almeida Revista e Corrigida acrescenta: '...e pestes',] e terremotos em vários lugares", que, literalmente, significa "em vários lugares ao mesmo tempo". Isso ocorreu, pela primeira vez, depois da I Guerra Mundial. Nos idos de 1918 a 1920, a influenza foi provavelmente a "peste" mais letal do mundo em toda sua história. Os quatro elementos do primeiro sinal referiam-se à I Guerra Mundial.
• Mateus 24.8: "...tudo isto é o princípio das dores" (i.e., dores de parto) ou sinais da Sua Vinda. É interessante que depois disso, muitos outros sinais do fim dos tempos começaram a aparecer – Israel recebeu permissão para retornar à sua terra (em 1917, através da Declaração Balfour) e a Revolução Russa, que resultou no erguimento dessa nação como uma potência mundial, dentre outros sinais.
• Mateus 24.11: "Levantar-se-ão muitos falsos profetas e enganarão a muitos".
• Mateus 24.12-13: "E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor se esfriará de quase todos. Aquele, porém, que perseverar até o fim, esse será salvo" (ou seja, entrará no Milênio).
• Mateus 24.14: "E será pregado este evangelho do reino por todo o mundo, para testemunho a todas as nações. Então, virá o fim". (Temos nos aproximado rapidamente do cumprimento dessa profecia à medida que o Evangelho se torna conhecido ao redor do mundo). Muitos expositores da Bíblia crêem que os versículos acima descrevem os primeiros três anos e meio do período da Tribulação, tratado detalhadamente nos capítulos 6 a 12 de Apocalipse.

A Grande Tribulação

"E será pregado este evangelho do reino por todo o mundo, para testemunho a todas as nações. Então, virá o fim"
(Mt 24.14).
todas as nações
• Mateus 24.15: "Quando, pois, virdes o abominável da desolação de que falou o profeta Daniel...". Esse texto ensina que a [segunda metade da] Grande Tribulação terá inicío no momento em que o templo for profanado e destruído.
• Mateus 24.21-22: "porque nesse tempo haverá grande tribulação, como desde o princípio do mundo até agora não tem havido e nem haverá jamais". (Para mais detalhes sobre esses três anos e meio da Tribulação, leia Apocalipse 13 a 18, período esse após o qual Jesus Cristo voltará com poder para estabelecer Seu Reino, conforme os capítulos 19 e 20 de Apocalipse). Visto que nunca houve um tempo como esse na história, fica evidente que os versículos profetizam eventos ainda futuros.
• Mateus 24.24: "Porque surgirão muitos falsos cristos e falsos profetas operando grandes sinais e prodígios para enganar, se possível, os próprios eleitos. Vede que vo-lo tenho predito". Embora a Igreja tenha ficado infestada de falsos mestres que alegam ser "Cristo" ou "profetas", os tais nunca realizaram "sinais e prodígios" capazes de enganar até mesmo os eleitos. A batalha entre os seguidores de Satanás e do Anticristo contra o Espírito Santo e os servos de Deus, durante a última metade do período da Tribulação será a maior batalha da história deste mundo.
• Mateus 24.29-30: "Logo em seguida à tribulação daqueles dias [...] todos os povos da terra se lamentarão e verão o Filho do Homem vindo sobre as nuvens do céu, com poder e muita glória". O texto insiste em repetir veementemente que a Segunda Vinda de Cristo acontecerá imediatamente depois do pior período da história humana. Para qualquer leitor imparcial, a conclusão óbvia é a de que tal período ainda não ocorreu, mas aguarda sua concretização no futuro [...] futuro esse que, segundo a opinião de muitos, pode estar bem próximo.

as nuvens no céu "Logo em seguida à tribulação daqueles dias [...] todos os povos da terra se lamentarão e verão o
Filho do Homem vindo sobre as nuvens do céu, com poder e muita glória" (Mt 24.29-30).

 

 

Maranata, ora Vem Senhor Jesus



Windows 7: agora com recursos que economizam bateria. Clique para conhecer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não serão postados comentários de cunho ofensivo, e nem de ordem pessoal, peço aos leitores que se atenham somente ao assunto postado em questão. Rodryguez

A Provação e o Jejum "Meus irmãos, tende por motivo de toda alegria o passardes por várias provações, sabendo que a prov...