Programa Adoradores sem Limites

sexta-feira, 30 de julho de 2010

 
 
Porque queremos ver nossa igreja cheia? Ou em um universo menor, o nosso grupo, nosso grupo familiar etc.
Verdade é que todos nos animamos quando vemos pessoas novas na congregação, ainda mais se estas pessoas foram trazidas por nós! Afinal quem não gosta de ver um culto com várias pessoas?  Mas qual nossa motivação? Estamos sendo sinceros ao IDE de Jesus, com uma real preocupação com relação as pessoas que não o conhecem ou estamos preocupados com números apenas? com a posição no "ranking" da igreja que fazemos parte em relação as outras? Quem está sendo glorificado Deus, nós ou a instituição religiosa da qual fazemos parte?
Ouve um tempo em que ao anunciar a salvação  que há em Cristo, a preocupação, era de fato com a salvação e evangelistas convictos da necessidade da salvação, conduziam a pessoa a Cristo, sem se importar, se iriam ficar na sua denominação ou não, o importante mesmo era servir a Cristo. Convidar pessoas que já congregavam em outras igrejas? isso nem era pensado, o alvo eram pessoas que ainda não tinham conhecimento da Salvação. Não que não se possa congregar juntos com irmãos de outras denominações que expressam a mesma fé, porém não se tinha a presunção que tal pessoa uma vez cristã e congregando iria sem motivos mudar de igreja. Infelizmente é com pesar que constato, que muitas das pregações que ouvimos por ai tem de tudo, menos o evangelho restaurador de vidas.
 
Não se fala mais a realidade bíblica do estado do homem sem Deus.
Se anuncia uma salvação materialista, prosperidade e etc.
Anuncia-se a Visão da Igreja, que em muitas vezes parece ser mais mais importante do que a salvação em si
Defende-se mais a Instituição Religiosa, do que o novo nascimento
 
Igrejas nascem, explodem nesse país e quando se analisa os dados estatísticos de crescimento do número de Cristãos, percebe-se que pouco ou nada mudou, porque ao invés de ganharem pessoas para Cristo, estão simplesmente ganhando pessoas para a IGREJA, é comum ouvir certos pregadores dizendo assim: "Isso só acontece aqui, a benção está aqui", - Como se houvesse neste mundo poder capaz de manipular e controlar as ações de Deus. Só para explicar Deus opera onde quer e quando quer, e não como manipula-lo nem com nossas orações...
 
Mateus 6.33 : Buscai primeiro o reino de Deus e a sua justiça, e todas as demais coisas vós serão acrescentadas - também vale para a Igreja como instituição que claro pensa em crescimento e precisa crescer! -
 
Até o convencimento obra do Espirito Santo, no coração humano, tem sido deixado de lado, vejo ensaios, estudos falando sobre o crescimento da Igreja, onde não se de onde tiraram isso cada membro tem que gerar um certo número, e a Igreja sendo tratada como se fosse uma empresa que cumpre metas especificas. Será que ninguém leu que é "Deus que dá o crescimento" que é "O Espírito Santo que convence", ou ainda  que tem semente que cai em "solo que não será fértil"? Anunciamos a evangelho com clareza essa é nossa missão quanto ao crescimento isso é com o Senhor da Seara.
 
Em certas reuniões ministeriais quanto pastores não são exaltados por terem uma igreja com um número expressivo e outros de certa forma humilhados por não terem uma igreja tão cheia assim?  Bom sei que a a Bíblia diz que há festa no céu por um pecador que se arrepende...
 
Não vou ser extremista a ponto de dizer que igrejas pequenas são mais abençoadas do que igrejas cheias e grandes ou vice-versa, não se trata disso.   Se trata de ter nas igrejas pessoas que compreenderam a Salvação, sejam igrejas super cheias ou não, pessoas que saibam que Cristo, vem antes da visão e normas estatutárias de determinada congregação seja ela grande ou pequena.
 
 
Rodryguez
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não serão postados comentários de cunho ofensivo, e nem de ordem pessoal, peço aos leitores que se atenham somente ao assunto postado em questão. Rodryguez

A Provação e o Jejum "Meus irmãos, tende por motivo de toda alegria o passardes por várias provações, sabendo que a prov...