Programa Adoradores sem Limites

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Livre Arbitrio


Esses dias, não faz muito tempo tive o prazer de ler o livro "Nascido Escravo" de autoria de Martinho Lutero, sendo este o resumo de suas correspondências com Erasmo de Roterdã, em que discutiam teologicamente as doutrinas do livre arbítrio e da predestinação. Assunto polemico, pelo menos em nossa forma tão ocidentalizada de pensar, não estou aqui hoje nem para defender nem um nem outro ponto de vista, mas escrevo como alguém que ficou impactado ao perceber umas verdades bíblicas na visão de Lutero. 

Um ponto crucial nisso tudo é o entendimento do reformador de que o homem, nascido no pecado e escravo deste, não consegue de forma algumas ter boas intenções em relação a Deus, pois sua natureza é pecadora, sendo suas inclinações ao pecado e não a Deus. 

Fazendo uma auto-analise, pois no momento em que vivo estou muito mais preocupado com a praticidade das coisas e a aplicabilidade delas, do que com a filosofia, vou percebendo que sou como homem natural totalmente incapaz de atender ao chamado divino se não houver uma intromissão poderosa em minha vida da graça salvadora de Deus, vejo como disse Paulo uma luta interior entre meus membros e me sinto um miserável, pois nada posso fazer.

Mas dou graças a meu Deus que através de Cristo, arrebentou os meus grilhões, colocou a fé que eu precisa no coração e me deu as condições em Cristo de ter agora minhas inclinações voltadas  para Ele.

Não sei como funciona a equação vontade humana versus a Soberania Divina, não sei explicar porque uns se salvam e outros se perdem, não tenho as respostas que muitos gostariam de ouvir, e sei que nem todas as explicações do mundo poderiam convergir a um único ponto e ter uma resposta padrão para questão tão complexa. 

Mas posso falar de mim... de um pecador, um miserável, que um dia se viu numa tremenda prisão espiritual, acorrentado e sem vontades, com inclinações perversas e alheias ao evangelho, e que um dia ouviu um chamado, assim como tantas outras pessoas, mas em mim esse chamado foi irresistível  como disse Jeremias, converte-nos a ti e verdadeiramente nos converteremos...

Como disse não estou aqui hoje para discutir teologicamente entre Lutero e Armínio. Mas ainda posso falar por mim, pelas minhas impressões, sendo assim quero dizer que se o Livre Arbítrio for o direito de escolher entre uma coisa e outra, sei que no pecado jamais farei a escolha certa, sendo assim Oh! Deus abro mão deste livre arbítrio e me coloco submisso diante da Tua Soberania.

Rodryguez&Carvalho

Um comentário:

  1. Amado.
    Há tempos o Senhor nos tomou para si. E isso é maravilhoso. Agradecidos somos por andar em seus caminhos, ás vezes nos sentimos perdidos no Egito não é mesmo? Mas então, temos na memória a grandeza da abertura do mar vermelho. E assim foi em nossas vidas, a divisão do nosso mar, a saída do Egito. E a restauração da nossa fé em Cristo. Que por meio do seu sangue, do sacrifício da Cruz nos trouxe para vida! Linda tua exaltação a Deus, colocando a soberania DEle como coisa maravilhosa!

    A Paz do Senhor.
    Chris

    ResponderExcluir

Não serão postados comentários de cunho ofensivo, e nem de ordem pessoal, peço aos leitores que se atenham somente ao assunto postado em questão. Rodryguez

A Provação e o Jejum "Meus irmãos, tende por motivo de toda alegria o passardes por várias provações, sabendo que a prov...