Programa Adoradores sem Limites

sábado, 29 de junho de 2013

# Vem para oração!

 

Manifestações populares, passeatas, atos e como estamos vivendo na era cibernética não pode falar o famoso # compartilhar, pelas redes sociais. É a voz do povo cansado de ser jogado de um lado para outro, cansado de ser massa de manobra na mãos de homens poderosos, cansados de tantas injustiças e irregularidades nas diversas esferas da vida politica e social dessa nação.

A frase do momento em todas as redes sociais é : “ # Vem para rua!” – Não apenas apenas a “praça é do povo assim como o céu é do condor” ( Castro Alves) mas também as ruas, as avenidas, as rodovias, os paços municipais. Isso me faz meditar nessa hora e nesse momento “histórico” sobre a constituição de nosso país, sobre o cristão e seu papel em meio a toda essas manifestações.

A constituição de nossa república diz assim no seu  Art. 1º, Parágrafo Único."Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta constituição".  Sendo assim dos mais simples individuo a mais complexas agremiações, é o povo o mandatário e o real governante dessa nação, mas em momentos assim de agitação civil o povo parece ser o inimigo e o Estado munido com seu poder garantido não pelo povo mas pela força, acaba por fazer-se desacreditar o que diz a nossa lei.

Não sou nem jurista, nem sociólogo, nem muito menos um rabula da lei para discorrer sobre a legalidade de certas ações, falo das coisas que penso ser , das coisas que analiso como elas me parecem.

Mas sou cidadão! Então de alguma forma esse poder constitucional emana também de mim como parte do povo brasileiro! Antes de ser cidadão sou Cristão, logo então vivo a dualidade da minha cidadania, uma temporaria emprestada que é a terrena e outra a eterna que é a  do Céu. E com tal devo ver tudo sempre levando em consideração esta minha condição.

Olhando estas manifestações me lembro de uma frase dos antigos gregos e romanos: Vox Populi, vox dei. A voz do povo é a voz de Deus!  Estou dizendo isso porque vejo que as as vezes nos Cristãos nos deixamos levar pela maioria, pelo clamor popular e entendemos ser esta a vontade de Deus. Porém, nem sempre é assim.

O interesse da historia dessa frase é os antigos gregos iam se consultar com o deus Hermes na cidade grega de Acaia, faziam uma pergunta ao próximo ao ídolo, e depois o devoto cobria sua cabeça e saia a rua, as primeiras palavras que ele ouvisse na rua seriam interpretadas como a resposta divina a sua petição!

Esta voz do povo, não é então uma resposta de um deus, é antes de mais nada um desespero uma vontade de obter respostas a qualquer custo, para que a vida seja assim norteada.  O tempo foi passando e a frase foi adquirindo um significado diferente, e em nossos dias ela tem a conotação de uma VERDADE.

Não estou dizendo que os clamores populares não são justo e também não estou dizendo que nos cristãos não devamos tomar nossa posição ao lado da justiça e da verdade. Estou porém acrescentando que nós antes de qualquer outra voz devemos ouvir a voz de Deus.

Quando falo em voz de Deus, não falo da profecia, ou da revelação, amigos pentecostais, mais que amigos irmãos pois também sou pentecostal me desculpem mas não é sobre isso que falo.

Falo da voz de Deus, expressa nas Escrituras Sagradas, voz essas que ignoramos ou re-interpretarmos de acordo com nossas intenções. Falando em Voz de Deus, vejamos o que a Escritura diz sobre o papel do Cristão em frente aos poderes constituídos:

ADMOESTO-TE pois, antes de tudo, que se façam deprecações, orações, intercessões, e ações de graças por todos os homens; Pelos reis, e por todos os que estão em eminência, para que tenhamos uma vida quieta e sossegada, em toda a piedade e honestidade. Porque isto é bom e agradável diante de Deus nosso Salvador.  I TIMOTEO cap. 2.1-3

Quer ter uma vida quieta e sossegada? ORE pelas autoridades antes do “# Vem pra rua” dobremos os nossos joelhos e oremos por aqueles que exercem autoridade! seria um momento apropriado para um “ # vem para casa de oração” a não ser que você seja um desses Cristãos que não creem no poder da oração, venha, vamos orar primeiro.

Neemias tinha um desejo de reorganizar a vida politica, religiosa e social de Jerusalém, orou primeiro e depois foi falar com o rei quando a ocasião apareceu.

Embora a constituição diga que o poder emana do povo, nos cristãos sabemos de quem realmente emana todo o poder, e temos um livre acesso a sua presença, porque não chegar diante dele então primeiro e depois com benção dele sobre nós irmos as ruas pelas justas  reivindicações?

O cristão deve saber que ele é cidadão do pais em que se encontra e deve com tal lutar pela melhorar sua pátria levando sempre consigo os valores do outro Reino do qual faz parte a saber o Reino dos Céus.

Não sou daqueles que acham que devemos ficar quietinhos enquanto existe uma luta ai fora, mas sou daqueles que sempre e em primeiro lugar preferem buscar a orientação na palavra de Deus, se armar com as armas invisiveis e assim ir para a a luta visivel.

Temos visto alguns atos isolados é verdade de violencia quer da parte de manifestantes, quer da parte de policiais, não me espanta pois esta é a inclinação natural da carne! Por isso Cristão sejamos espirituais!

Que tal compartlharmos isso neste momento tão especial em nossa nação:

# “ Se o meu povo que seja pelo meu nome… “

 

Rodryguez & Carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não serão postados comentários de cunho ofensivo, e nem de ordem pessoal, peço aos leitores que se atenham somente ao assunto postado em questão. Rodryguez

A Provação e o Jejum "Meus irmãos, tende por motivo de toda alegria o passardes por várias provações, sabendo que a prov...