quarta-feira, 5 de setembro de 2012

A IDOLATRIA GOSPEL

Não outros deuses.... exodo 20







O fenômeno gospel, não é mais novo, pelo menos não aqui em terras tuninquins. Existe um mercado lucrativo e bem explorado, com o que há de melhor em termos de marketing e publicidade.
Pode até ser sem conteúdo, ou mesmo ter um conteúdo doutrinário duvidoso, bíblico porque usa termos bíblicos, mas distorcido, porque não se preocupa com a doutrina bíblica em si.
E nesse amalgama vale tudo, principalmente quando o assunto é elevar a alta estima, vale dizer persigo os meus inimigos, e os venço, mesmo que isso seja oi propósito da atual dispensação.
Vale também o “fan club”, onde uma legião de fãs fieis seguem seus ídolos do universo gospel onde quer que forem.

Ainda dentro do assunto, esses dias ouvi uma boa palavra, dessas que nos fazem pensarmos, um pastor perguntava a sua igreja quem o conhecia, e muitos levaram a mão, perguntou de novo, que já tinha visto ou conhecia o líder regional, e foi assim falando de vários líderes de renome até que por fim chegou ao fundador.

As perguntas foram acompanhadas por outras, como por exemplo, quem já seus livros?

Umas mãos levantadas aqui, umas palmas ali, um amém do outro lado, e até um “gloria a Deus” parece que ecoou na multidão.

Por fim o pregador com ar de mais sério, perguntou: “e Jesus vocês conhecem bem?” Já o seu livro? Sabe com foi a sua história?  -

Silencio profundo, triste e verdadeiro!

A verdade é que as pessoas se empenham tanto em conhecer certos vultos do mundo gospel, mas conhecem Jesus tão pouco!

Passam tempo demais nos shows gospel, mas não suportam uma hora de oração!

A mulher Samaritana, sabia de alguma forma a tradição histórica acerca do poço de Jacó, sabia dos escritos messiânicos quem o Cristo viria. Mas não o reconheceu quando diante dele estava!

A idolatria gospel, tem afastado muitos cristãos de seus cultos com suas congregações, tem marcado lugares, multidões, tem ofuscado uma glória pertence somente a Deus.

Multidões tem sido atraídas, dinheiro tem sido ofertado, poucos tem se enriquecido materialmente e esses mesmo poucos são os responsáveis pela pobreza espiritual de outros tantos.

“““ “““ O GRANDE HOMEM DE DEUS”,” MELHOR BANDA GOSPEL” “A MELHOR IGREJA”, enfim o macro parece ser uma marca registrada deste tipo de idolatria.

Não faz muito tempo ouvi, um incauto dizendo que na Igreja dele, (A super Igreja) Eles não aceitavam “manes” na verdade usou um termo mais chulo destes que começa com B.. e acaba com ão...
Fico feliz, porque na dele não, mas na de Jesus que foi edificada sobre a Rocha, tendo por doutrina o ensino dos apóstolos, essa sim, aceita, fracos, oprimidos, cansados... entre outros.

Mas existe uma Igreja firme, fiel, santa e verdadeira, composta por fracos que confunde os fortes, por anônimos que nas suas orações, nos seus jejuns e vigílias, vencem barreiras e causam verdadeiros terremotos no mundo espiritual. Existe uma igreja que confunde os sábios e entendidos deste mundo. Uma Igreja que louva a Deus, de coração, em qualquer lugar, com multidão ou sem. Porque são os verdadeiros Adoradores!

Essa Igreja, não tem conluio com o pecado, pois sabe que nada interessa para Deus uma Igreja cheia de pecadores não arrependidos. Essa Igreja também quando se reúne em dois ou três, o próprio Cristo e não um ídolo gospel se faz presente, por isso essa Igreja treme e teme diante do seu nome.

Essa Igreja não está em lugar físico, não está restrita a uma denominação, ela é composta por diversos servos fieis de várias denominações, daqueles que se fazem fieis, mesmo quando sua denominação não o é. Pois não conhecem o homem, antes de tudo conhecem a Deus!

Essa Igreja é que vai passar uma eternidade ao lado de Deus.

Jogue fora seu ídolo gospel, e conheça a JESUS.

Rodrigues&Carvalho

sábado, 1 de setembro de 2012

O jeito Galileu de ser.



Uma coisa muito gostosa ocorre quando pessoas cristãs se juntam, quer seja para compartilharem suas experiencias, rirem juntas, "jogarem" um pouco de conversa fora, ou mesmo para falar de coisas espirituais.
Cristãos juntos, se forem de fato cristãos, sempre trazem em seu modo de vestir, falar, pensar e agir o jeito "galileu" de ser. 

Pedro andou alguns anos com Jesus e aprendeu suas palavras, seus jeitos e modos de forma tal que mesmo quando estava procurando se esconder  as pessoas lhe diziam, "tú és um deles!" 

Não é a toa que existe até mesmo um "dialeto evangélico" em nosso meio, as vezes é até um pouco engraçado, mas a parte de outras coisas, existe uma cultura evangélica , um modo de ser, que deixou de estar restrito apenas ao lugares de cultos e começou a fazer parte do nosso dia a dia .

Sempre que converso com o Thiago Rodrigues, nossas conversas semrpe acabam me redendo bons frutos, sempre minha mente foca em algo não focado, minha percepção fica aguçada, e claro, invarialvelmente procuro escrever o fruto de nossas conversas.

Thiago é um profissional na area da publicidade e  sendo assim o bom humor, a percepção e a critiatividade fazem parte do seu "modus vivendi". - Não preciso ir muito longe  para dizer que meu amigo é um brincalhão por natureza... e eu mais sério brinco pouco, etc, ou seja o oposto. 

Thiago é membro  atuante de uma igreja neopentecostal, digo neopentecostal porque a mesma não tem a doutrina de usos e costumes, mas deixo claro que também não tem em sua forma de pensar doutrinário os abusos teologicos de algumas vertentes do neopentecostalismo no Brasil, enfim uma igreja CRISTÃ.

Eu fui criado na doutrina das Assembléias de Deus, me sinto bem no meio dos usos e costumes me sinto identificado com o grupo, embora sei que isso não tem valor prático para salvação.

Enfim somos assim dois oposto, mas ao mesmo tempo somos "galileus", pois falamos como galileus! e nos vestimos, não digo da roupa visivel em si, mas da roupagem espiritual, como galileus!

Falamos muito sobre diversas coisas, mas sempre, sempre o tema cristão vem a tona! Em nossa última conversa falavamos sobre a semente, e que o segredo dela é apenas ter fé para planta-la! O resto é com Deus que dá o crescimento, Ele é quem manda a chuva, e quem aumenta a nossa propria sementeira.  Tirei várias conclusões neste dia,  até porque percebi o foco errado na minha pratica fisica, das coisas espirituais. Percebi que a preocupação com crescimento não é minha, não faz parte da minha alçada. A única coisa que devo fazer é simplesmente plantar, e isso embora seja feito com fé e pela fé, deve ser um ato de fé manifesto de forma fisica. Não tenho poder sobre a chuva serodia nem a temporã, que darão o devido crescimento ao fruto, mas tenho poder sobre a semente, podendo planta-la ou não. Quem olha pro tempo não semeia por sua fé se abala, quem espera tempo também não semeia, quem confia em Deus lança sua semente porque sabe que depois de muitos dias a achará!

Mas nossas conversas que são curtas e rapidas na mioria das vezez, redem outros bons frutos para minha edificação, alguns estão escritos nestes blog, outros estão fazendo parte da minha vida e ainda não encontrei as palavras certas para compartilha-los com meus leitores.

Sim conversas boas rendem bons frutos, e bons frutos cristãos geram edificação.


Rodrigues&Carvalho  







Campanha de Santificação!

Ontem dia 16/11/2017, afim de cumprir uma antiga promessa, feita a um amigo, foi fazer uma visita na Igreja Pentecostal Deus é amor. ...