quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Seitas e Heresias um sinal dos Tempos!

Desde que me entendo por gente estou na Igreja Evangélica e em especial nas Assembleias de Deus, já até fiz umas incursões em outras Igrejas mas não me adaptei as liturgias e sistemas estabelecidos, Bom esse não é caso. O que quero dizer é que sempre nesses estive em estudos ( como palestrante e como aluno) relativos a religiões, seitas e heresias. Percebi que durante um certo tempo ao invés de discorremos sobre a doutrina em si e sua contraposição em relação as Escrituras, acabamos focamos toda a nossa atenção na pessoa que por fazer parte de outra religião ou doutrina acaba sendo injustamente identificado como uma pessoa má. Assim vamos criando uma Xenofobia, nociva e até Anti Cristã.

Desta forma nossa evangelização fica sufocada, e nossa proposta de amor ao próximo prejudicada. Assim a primeira analise que faço deste muitos estudos que tive é que de um lado me deixou informado sobre as praticas e posições contrárias as ensinadas nas Escrituras Sagradas e isso foi positivo, mas do outro lado acabou por criar ao invés de um intenso amor as almas sem Cristo, uma aversão e um total sentimento de isolacionismo é isso prejudica o serviço de evangelização e o testemunho Cristão.

Por outro lado percebi que quando olhamos demais para fora nos esquecemos de olhar para dentro e de analisar as nossas próprias praticas as luz das escrituras sagradas. Existe um algo de errado em nossos louvores, pois em lugar do TU és, existe o Eu sou. Existe algo de errado em nossas orações pois ao invés do Faça a Tua Vontade, existe um Faça a MINHA vontade. Existe ainda um caminho perigoso em nossas pregações, algumas ao invés de conter uma doutrina, uma exortação e um apelo a santidade, estão repletas de conceitos de auto ajuda, assim não sabemos mais se estamos diante de um PREGAGOR, ou se estamos diante de um Lair Ribeiro, ou Roberto Shinyashiki.

Estes dias conversando com uma pessoa, precisei corrigir o seu pensamento e lhe dizer que a fé não é pensamento positivo, muito o embora o pensamento positivo seja necessário em várias ocasiões, a Fé é confiança em Deus e não uma atitude mental positiva, uma auto confiança em si mesmo.

Ainda sobre o assunto religiões seitas e heresias, tenho visto da parte de alguns o constante e desgastante debate, quando na verdade deveriam evitar questões loucas e seguir a orientação de Paulo a Tito quando diz: Ao homem Herege, admoesta-o uma ou duas vezes e depois disto desvia-te dele. TITO 3.10 – Enfim Deus não precisa de pessoas que o defendam com unhas e dentes, antes ele procura pregadores do Evangelho.

Existe algo de errado em nós e muito errado quando usamos as Escrituras para mostrar uma falsa erudição e sabedoria, ou melhor quando usamos a gloria de Deus para buscarmos a própria Glória.

Este trimestre de novo em nossa Igreja estudaremos esse importante assunto de seitas e heresias, mas que efeito isso causará? Nos auxiliará a explicar com amor aqueles que nos pedirem razão da nossa fé. Ou criará em nos um sentimento perverso de superioridade? Conseguiremos nesse estudo trazer as pessoas a Cristo ou a afastaremos ainda mais dado a nossa arrogância?

Gostaria de terminar, dizendo que nossa maior atenção não deve ser com a religião alheia, aos de outra fé e crenças nos dirigiremos com amor e a paciência tão essencial a vida Cristã. Nossa maior atenção deve ser com os perigos e heresias dentro da própria Igreja como esta Escrito:

Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos.
Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos,
Sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons,
Traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus,
Tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te.
2 Timóteo 3:1-5

 

Notemos que este risco previsto é dentro da Igreja, misturado com ela.

Que cada um de nos tenha cuidado de si mesmo e da doutrina!

 

Rodriguez & Carvalho

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

A casa do Oleiro

Sempre podemos tirar lições praticas da coisas materiais e aplica-las a vida espiritual.

Passei alguns dias no estado da Bahia, lá em uma localidade conhecida como Itanagé, fiz uma visita a uma indústria cerâmica que fabrica  tijolos e lajotas. O processo é interessante e vale a pena descreve-lo:

Primeiro a escolha do barro, que deve ter as características próprias, mais ai tem um segredo existem barros melhores que outros e quando o barro é muito bom, ele é usado para ser misturado com outro que não seja assim tão bom e os dois juntos chegam a perfeição do tijolo ou da lajota pretendidos, penso ser assim também na Igreja, onde cristãos muitos mais maduros são posto a lado de outros não tão maduros assim e nessa troca de características que chegamos a uma espécie de perfeição, pois depois de pronto só vemos mesmo é a perfeição! Assim na Igreja não há lugar para grupos particulares, antes Deus faz o milagre e a tudo mistura unindo as características e fazendo chegar a um ótimo resultado final, meditando nesse processo com o barro entendi que devemos auxiliar os mais imaturos, assim como somos auxiliados pelos mais sábios!

Em segundo é necessários tirar algumas pedras ou substancias que não pertencem ao barro e que prejudicam o resultado final. Nem preciso dizer que fiquei pensando como Deus nos peneira e retira os excessos da nossa vida, e ai reside um mistério, pois quando pensamos que estamos perdendo na verdade estamos ganhando!

Em Terceiro lugar, é feita a  mistura molhando a “massa”, que e a esta altura deixou de ser o barro duro e seco e passou a ser uma massa capaz de ser modelada, da forma pretendida. Pensei comigo…será que eu aguento ser misturado, molhado e modelado? Como sair de uma forma e se transformar em outra? Deus tem seus caminhos, ele é quem modela, então o meu dever é apenas confiar e saber que o processo é doloroso mas o resultado final é honroso!

Em Quarto lugar nessa minha simples observação, vi os tijolos ( aqui em São Paulo chamamos de tijolo baiano o pequeno e o grande de Baianão) já modelados, com toda uma beleza simétrica, digna de ser observada, mas enfim faltava ir para os fornos. Afim de que secassem e endurecessem, mais tem um segredo interessante que é a temperatura exata do forno, que não pode exceder, o segredo ai não esta no fogo em si, mas na exata temperatura se não me engano algo em torno dos 900 graus centigrados. Se a temperatura for maior que essa a obra se avaria, trinca, racha e fica inapropriada para o uso. Me veio a mente a passagem bíblica de ICor 10.13 que nos diz que não sofremos prova maior do que podemos suportar. Isso mostra a habilidade daquele que nos prova pois a intenção do oleiro não é quebrar a sua obra a expondo ao fogo antes é apenas fazer com ela se solidifique, alías você ja parou para pensar quanto peso esses tijolos aguentam depois de prontos? assim também é o Cristão nessa terra, se ´[e forte hoje é porque passou pelo fogo ontem!

Por fim vi vários tijolos, que ao saírem do forno eram reprovados e jogados fora, alias indaguei o gerente da cerâmica que por sinal é meu cunhado Aercio Carvalho se haveria uma possibilidade aproveitar os tijolos avariados, ele me disse que antes do fogo era só jogar para remodelagem, mas depois do processo do fogo se saírem errados não há mais concerto, prestam apenas para entulho.

Nesse momento fiquei feliz, e lá no meu intimo dei um glória a Deus, afinal estamos nas mãos de um sábio oleiro que não deixará de forma alguma que ao final do processo sua obra saia avariada!

Vou ficando na mão desse Oleiro Jesus Cristo, que ao final de todo o processo me apresentará ao como Igreja de forma santa e irrepreensível, sem mancha , ruga ou macula! Efésios 5.27

Rodryguez & Carvalho

quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

FELIZ 2014

2014 amigos chegou  e agora o que fazer?

As decisões de ano novo e suas promessas ja foram feita, mas você se esforçara para as cumprir? Ou é daqueles que já no primeiro dia quebraram as suas promessas ou a protelaram para o dia seguinte?

Do muitos planos e projetos que você fez, pensou ou projetou algum empreendimento espiritual?

Uma certa feita estive palestrando em uma determinada igreja, e em um simples exercício pedi para os que as pessoas uma a uma compartilhassem seus sonhos e projetos. Saiu de tudo de pequenos a grandes projetos, Mas não saiu nada, relativo ao tema que foi anunciado após este exercício: "Buscai primeiro o Reino de Deus"

Nem mesmo o corpo de oficiais da Igreja indo do diaconato ao Pastorado, tinham algum projeto para o Reino de Deus. É muito falado hoje em sonhos, projetos, metas, mas tudo gira em torno de coisas materiais!

Nesses seus planos para este ano de 2014, sobrou algum espaço para os projetos do Reino de Deus? 

Não quero escrever muito sobre isso, o assunto em si creio já auto reflexivo, mas quero apenas deixar essa porção da palavra de Deus que se encontra no Profeta Ageu 1:2-6 deixe essa palavra nortear seus sonhos e projetos e tenha como Cristão um FELIZ 2014.

Este povo diz: Não veio ainda o tempo, o tempo em que a casa do Senhor deve ser edificada. Veio, pois, a palavra do Senhor, pelo ministério do profeta Ageu, dizendo: É para vós tempo de habitardes nas vossas casas estucadas, e esta casa há de ficar deserta? Ora pois, assim diz o Senhor dos Exércitos: Aplicai os vossos corações aos vossos caminhos. Semeais muito, e recolheis pouco; comeis, mas não vos fartais; bebeis, mas não vos saciais; vestis-vos, mas ninguém se aquece; e o que recebe salário, recebe salário num saco furado"
(Ageu 1:2-6).




Rodryguez & Carvalho

Questões Loucas!

"Não ir alem do que está escrito" I Corintios 4.6... De uns tempos para cá tenho notado nas pregações dos púlpitos...