sábado, 31 de julho de 2010

Quando a Teologia vira uma Inutilidade

Conversando com pastores amigos, percebo como muitos se dividem ainda quando o assunto é estudar teologia, confesso que a falta de equilíbrio tem trazidos danos irreparáveis  a muitos cristãos e as vezes as suas congregações. 
Vale a pena ressaltar aqui que o o teólogo, não tem em si, autoridade infalível em assuntos de fé, nem ao mesmo está em um patamar acima de cristãos chamados leigos. Estudar as línguas, originais, teologia sistemática, hermenêutica, homilética enfim, é claro de tudo isso é importante para dar uma forma mais definida a fé cristã, tem valor no campo do conhecimento humano, na da forma do rito, mas não da essência. 

Me irrita confesso quando vejo um pregador esbanjando o seu hebraico/grego , trocando apenas a vocalização na língua corrente pela vocalização na língua original sem explicar absolutamente nada! o que interessa saber que casa em hebraico é "beth" se isso em si não traz um melhor esclarecimento do texto pregado?

O hebraico que a bíblia foi escrita, nos eu povo não era uma língua culta da corte, nem muito menos o grego que era op koiné e não o clássico, a bíblia foi escrita para ser entendida até pelo povo mais simples, e o dever de quem estuda é pode transmitir a mensagem de forma simples, estudar passar dia a fio se for o caso, mas o resultado deve ser a simplicidade da pregação, creio que foi com esse pensamento que Jerônimo, traduziu a vulgata, ou seja em latim vulgar, falado pelo povo , a língua do dia a dia.

O que vejo é muitas vezes com tristeza é ao contrário, uma linguagem sofisticada demais, cheia de terminologias bonitas, que não são assimiladas pela maioria da congregação.

Também me preocupo quanto vejo um seminarista, criticando ferozmente seu pastor por uma de suas pregações, me preocupo pelo simples fato de que o conhecimento adquirido não lhe dá o direito de falar contra uma autoridade, é só lembrar de Miriam e Moisés.

A teologia deve servir como um instrumento, uma ferramenta, que possa ser usada para desvendar e explicar, de forma simples as doutrinas fundamentais de nossa fé. O teólogo é antes de tudo um servo, que tem a responsabilidade de explicar com simplicidade a palavra de Deus.

E para terminar não se deve esquecer que Deus quem quer, como quer e onde quer, lembremo-nos do profeta Amós que não pertencia nem a classe sacerdotal e nem era "filho de profeta", era antes de tudo um homem do campo, mas foi e cumpriu o seu chamado.

Estude, ore, busque a sabedoria, use todas as ferramentas que  teologia tem a lhe oferecer, sirva as pessoas com que aprendeu, procure palavras simples de fácil entendimento, seja Servo.



 rodryguez


sexta-feira, 30 de julho de 2010

 
 
Porque queremos ver nossa igreja cheia? Ou em um universo menor, o nosso grupo, nosso grupo familiar etc.
Verdade é que todos nos animamos quando vemos pessoas novas na congregação, ainda mais se estas pessoas foram trazidas por nós! Afinal quem não gosta de ver um culto com várias pessoas?  Mas qual nossa motivação? Estamos sendo sinceros ao IDE de Jesus, com uma real preocupação com relação as pessoas que não o conhecem ou estamos preocupados com números apenas? com a posição no "ranking" da igreja que fazemos parte em relação as outras? Quem está sendo glorificado Deus, nós ou a instituição religiosa da qual fazemos parte?
Ouve um tempo em que ao anunciar a salvação  que há em Cristo, a preocupação, era de fato com a salvação e evangelistas convictos da necessidade da salvação, conduziam a pessoa a Cristo, sem se importar, se iriam ficar na sua denominação ou não, o importante mesmo era servir a Cristo. Convidar pessoas que já congregavam em outras igrejas? isso nem era pensado, o alvo eram pessoas que ainda não tinham conhecimento da Salvação. Não que não se possa congregar juntos com irmãos de outras denominações que expressam a mesma fé, porém não se tinha a presunção que tal pessoa uma vez cristã e congregando iria sem motivos mudar de igreja. Infelizmente é com pesar que constato, que muitas das pregações que ouvimos por ai tem de tudo, menos o evangelho restaurador de vidas.
 
Não se fala mais a realidade bíblica do estado do homem sem Deus.
Se anuncia uma salvação materialista, prosperidade e etc.
Anuncia-se a Visão da Igreja, que em muitas vezes parece ser mais mais importante do que a salvação em si
Defende-se mais a Instituição Religiosa, do que o novo nascimento
 
Igrejas nascem, explodem nesse país e quando se analisa os dados estatísticos de crescimento do número de Cristãos, percebe-se que pouco ou nada mudou, porque ao invés de ganharem pessoas para Cristo, estão simplesmente ganhando pessoas para a IGREJA, é comum ouvir certos pregadores dizendo assim: "Isso só acontece aqui, a benção está aqui", - Como se houvesse neste mundo poder capaz de manipular e controlar as ações de Deus. Só para explicar Deus opera onde quer e quando quer, e não como manipula-lo nem com nossas orações...
 
Mateus 6.33 : Buscai primeiro o reino de Deus e a sua justiça, e todas as demais coisas vós serão acrescentadas - também vale para a Igreja como instituição que claro pensa em crescimento e precisa crescer! -
 
Até o convencimento obra do Espirito Santo, no coração humano, tem sido deixado de lado, vejo ensaios, estudos falando sobre o crescimento da Igreja, onde não se de onde tiraram isso cada membro tem que gerar um certo número, e a Igreja sendo tratada como se fosse uma empresa que cumpre metas especificas. Será que ninguém leu que é "Deus que dá o crescimento" que é "O Espírito Santo que convence", ou ainda  que tem semente que cai em "solo que não será fértil"? Anunciamos a evangelho com clareza essa é nossa missão quanto ao crescimento isso é com o Senhor da Seara.
 
Em certas reuniões ministeriais quanto pastores não são exaltados por terem uma igreja com um número expressivo e outros de certa forma humilhados por não terem uma igreja tão cheia assim?  Bom sei que a a Bíblia diz que há festa no céu por um pecador que se arrepende...
 
Não vou ser extremista a ponto de dizer que igrejas pequenas são mais abençoadas do que igrejas cheias e grandes ou vice-versa, não se trata disso.   Se trata de ter nas igrejas pessoas que compreenderam a Salvação, sejam igrejas super cheias ou não, pessoas que saibam que Cristo, vem antes da visão e normas estatutárias de determinada congregação seja ela grande ou pequena.
 
 
Rodryguez
 
 

terça-feira, 20 de julho de 2010


A atualidade da Palavra de Deus
 

 
A Palavra de Deus, transcede as eras, continua sendo um livro atualizado, tanto para o ser humano de ontem, como para os ser humano de hoje, seus preceitos, suas advertencias acerca daquilo que Deus estabeleceu continuam válidas tais como foram. É verdade que não praticamos muitos costumes culturais ali narrados e nem seguimos mas as regras da velha aliança porque acreditamos que ela nos conduziu a nova aliança em Cristo. Mas no que diz respeito ao padrão comportamentel que não venha a transgredir nem ir contra os principios de santidade de Deus, ela ainda é a mesma tal como foi desde o inicio desde quando creio ainda era uma tradição oral antes, de começar a ser escrita por Moisés.
 
Nos dias atuais vivemos uma crise de determinações contrárias as escrituras, com a legalização de preceitos totalmente contrários a Palavra de Deus, a reiterpretaçõ e contextualização das escrituras tem se feito presente em muitos discursos tipicos de nosso tempo e com pesar posso dizer tambem tem se feito presente nos pulpitos de evangelicos, mas isso não é novidade alguma por tambem isto está previsto devemos todavia, guradar o nosso coração, como disse PAulo: "tem cuidade de ti mesmo e da doutrina"
 
Faz alguns dias eu estava conversando após o termino do culto com o irmão Thiago, o asunto era esse mesmo como que aquilo que a bíblia não nos aconselha tem tomado conta do mundo, (maranata) mas o interessante é que isso não é novo debaixo do sol, na verdade vem acontecendo a milhares de anos, não foi a toa que Deus chamou Abraão para sair de UR dos Caldeus e a partir dai começou a levantar um povo separado na terra, se conhecermos melhor a historia do crescente fertil, veremos que todas as civilizaçãoes a volta estavam envolvidas com praticas que iam além da idolatria a permissividade sexual, de todas as nações a volta apenas Israel era diferente, isso quando estava levando Deus a sério diga-se de passagem.
 
No crecente fertil, a ciencia era algo a muito tempo desenvolvida á epoca de Abraão, os caldeus conheciam o deslocamento dos astros e construiam observatorios astronomicos, os egipcios tinah alto conhecimento em contrução civil, medicina e navegação, construindo obras que até hoje perduram, efetuando desde cirurgias cranianas, pontos em ferimentos, anestesicos , teste de gravidez a partir da urina etc, sendo os primeiros a empreenderem viagem de circunavegação em torno da Africa. Codigos legislativos, controle de enchentes, etc tudo isso ja era conhecido
 
Um dos mais antigos e importantes conjuntos de leis do mundo, elaborado pelo imperador Hammurabi na antiga Mesopotâmia em cerca de 1750 a.C., contém alguns privilégios que deveriam ser dados aos prostitutos e às prostitutas que participavam dos cultos religiosos. Eles eram sagrados e tinham relações com os homens devotos dentro dos templos da Mesopotâmia, Fenícia, Egito, Sicília e Índia, entre outros lugares. Herdeiras do Código de Hammurabi, as leis hititas chegam a reconhecer uniões entre pessoas do mesmo sexo. E olha que isso foi há mais de 3 mil anos.
 
 
mesmo fora do crescente fertil  na Grécia e na Roma da Antiguidade, era absolutamente normal um homem mais velho ter relações sexuais com um mais jovem. O filósofo grego Sócrates (469-399), adepto do amor homossexual, pregava que o coito anal era a melhor forma de inspiração – e o sexo heterossexual, por sua vez, servia apenas para procriar. Para a educação dos jovens atenienses, esperava-se que os adolescentes aceitassem a amizade e os laços de amor com homens mais velhos, para absorver suas virtudes e seus conhecimentos de filosofia. Após os 12 anos, desde que o garoto concordasse, transformava-se em um parceiro passivo até por volta dos 18 anos, com a aprovação de sua família. Normalmente, aos 25 tornava-se um homem – e aí esperava-se que assumisse o papel ativo.
 
 
A Bíblia e os seus preciosos ensinam ainda são tão atuais e verdadeiros como foram desde o seu principio, é a palavra de Deus revelada, para que os homens saibam a sua vontade
 

rodryguez
http://somosfamiliacrista.blogspot.com




FIQUE MAIS PROTEGIDO ENQUANTO FAZ DOWNLOADS INSTALE GRÁTIS O INTERNET EXPLORER 8.

sábado, 17 de julho de 2010


Ezequias e Senaqueribe

Rompendo com os cercos do Inimigo

Textos Bíblicos: II Crônicas 32 – II Reis 18 e 19


 

Introdução:

Nossa luta não é contra a carne e sangue, muito embora essa afirmação do livro de Paulo aos Efésios possa parecer um tanto mitológica e simbólica, ela é real sem duvida alguma, na mesma epistola Paulo nos fala das astutas ciladas do diabo (Ef 6.11) astutas ali, no texto grego é metodeias (metodeias) de onde procede nossa palavra em português "método". Assim entendemos que são métodos bem elaborados num alto grau de inteligência que objetiva nos afastar da presença de Deus. Muitas vezes sem perceber corremos o risco de ir caindo em suas ciladas assim como o Rei Ezequias, foi caindo, mas em dado momento resolveu confiar em Deus e romper com todos os laços que tinha com Senaqueribe, rei da Assíria, porém isso trouxe a ira de Senaqueribe, contra Ezequias, e este confiando em Deus conseguiu a vitória. Não importa quanto tempo estejamos sendo cercados por laços, nem por quanto tempo uma situação contrária a Deus ínsita em sua vida. Rompa com cercos hoje, entregue a Deus de todo o seu coração e ele lhe fará um vencedor.

 

Pano de Fundo Histórico

No segundo livros dos Reis cap. 17, lemos o Relato da história do Reino de Israel, vizinho do Reino de Judá (neste período Israel estava dividido entre dois Reinos) Israel sendo governado pelo imprudente rei Oseías – Nesta época dos exércitos assírios de Salmaneser, (deus sulmã é superior), estavam expandindo os seus domínios e muitos reinos do oriente médio estavam lhe sendo tributários, e isto inclui os reinos de Israel e Judá. O reino de Israel se rebelou contra o domínio assírio não lhe pagando o tributo. E por este motivo o reino de Israel foi invadido, muitos foram levados cativos e em Samaria, capital do reino de Israel, Salmaneser fez habitar uma mistura de povos vindos de diversas partes do agora vasto império Assírio. (II REIS 17.24)

 

Ezequias, também se rebela conta o domínio da Assíria.

Por algum motivo, o rei Ezequias havia se libertado momentaneamente da política dos reis Assírios, porém da mesma forma que conheceu no reino de Israel assim também os assírios estavam tentando fazer com Judá. Tão rebelião levou ao cerco de Judá com a tomada de 46 cidades ( de acordo com as crônicas dos Reis da Assíria)  e Jerusalém . Mas o Ezequias teme talvez o mesmo fim que teve Israel e resolver retoceder enviando uma carta ao Rei da Assíria dizendo "Errei retira-te de mim tudo o que impuseres suportarei" (II REIS 18.14). A partir daí teve que pagar um pesado Tributo de 300 talentos de Prata e 30 talentos  ouro ( se quiser fazer as contas 1 talento é aproximadamente 34 kilos!) Para tanto Ezequias Arranca as portas do Templo que era de prata e entrega ao rei da Assíria. Aqui podemos extrair algumas lições espirituais:

Ø  As portas do Templo foram tiradas – O templo era o lugar de adoração de serviço religioso, lá dentro a glória de Deus era manifesta, as portas do templo representam a nossa vida espiritual protegida a nossa comunhão interior, somos o templo do Espírito Santo e não podemos deixar que o inimigo alcance vantagem sobre nós – o primeiro lugar que ele tentará atacar é a sede de nossa comunhão com Deus.

Ø  Pagavam tributo ao inimigo – Pagar tributo ao inimigo, dividir parte do que se tem de forma compulsória ou mesmo ou mesmo oferecer algo como homenagem. Não podemos nos conformar com roubos e assaltos espirituais em nossa vida, quando falo disso não estou falando apenas de dinheiro falo também de situações que sabemos que não agradam a Deus, mas acabamos por faze-la, quando assim o fazemos estamos pagando um tributo a Satanás. Pode ser radical mais partilho da Visão de David Wilkerson:  "Este é retrato da transgressão que se encontra na Igreja de Deus atualmente -- uma igreja caminhando com medo, intimidada, favorecendo o mundanismo no seu meio, receosa de se levantar com ousadia e dar o nome de pecado ao que está acontecendo! Assim como Ezequias curvou-se aos desejos de Senaqueribe - o "homem do pecado", a igreja de agora paga tributos ao diabo com música pagã, diversões assim chamadas "cristãs", e padrões duplos de moralidade".  

Esta lição só por si é tremenda, posso eu testemunhar que passei preciosos anos da minha vida "servindo" a Deus, mas pagando tributos a Satanás, não me desvencilhava da bebida debaixo da idéia de que o que a Bíblia proíbe é embriaguez, sendo esta a grande saída para quem não quer mesmo é largar seu costume mundano esquecendo-se qualquer que quiser ter uma comunhão mais profunda com Deus, deve se ater também as palavras de Provérbios 31.4  ainda dando louvor a musicas de músicos mundanos que notadamente tem espalhado idéias demoníacas na sociedade,  enfim amando este mundo tendo uma aparência de fachada mas por dentro totalmente morto. Mas um dia comecei a ouvir uma palavra preciosa séria e renovadora, e pude também romper com os laços e barreiras e dar toda a minha força somente para um único Senhorio: Jesus Cristo

 

Ezequias decide não mais pagar tributo ( II Cronicas 32.1-8)

O Rei da Assíria queria mais, queria que Judá se alinha-se com eles na sua sede de conquistas fazendo parte agora do exercito assírio (II Reis 18.23)  queria também o controle absoluto sobre Jerusalém e seus habitantes que seriam a semelhança do habitantes de Samaria, espalhados entre as nações (II Reis 18.31-32)

Ezequias, recobra o seu animo diante da situação ou ficaria escravo de vez, ou daria o seu grito de libertação, assim Ezequias reúne-se com os sábios do seus povos, toma conselho com seus príncipes, faz as seguintes ações:

Tapa todas as Fontes de águas (II Cr 32.4) – decididamente Ezequias não fornecerá mais fontes ao inimigo – devendo tapar todas as fontes pelas quais o inimigo possa estar se abastecendo contra a nossa vida, Vindo Senaqueribe sitiaria a Jerusalém e matéria o seu exercito saciado com as próprias águas de Jerusalém!  - "O que é benção no tempo de paz, pode não ser no tempo de guerra" ( Pastor Alceu) –  è importante ter discernimento espiritual para saber quando e onde abrir ou fechar as fontes.

Restaura o Muro e ergue as Torres ( II Cronicas 32.5) - Os muros falam de nossas deficiências lugares onde há brechas pelas quais o inimigo usa para tomar a cidade, estas brechas devem ser reparadas, todo pecado deve ser confessado, para que o poder restaurador do sangue de Jesus Cristo seja real em nós. Os muros fala do lugar da vigilância da visão dos horizonte , é de suma importância que estejamos sempre vigilantes em oração e suplica (EFÉSIOS 6) para que estejamos atentos – "quando alguma coisa em nossa vida foge da normalidade é hora de orar estar vigilante" (Pastor Alceu)

Fez armas e escudos em abundancia II Cr 32.5  - é importante estar pronto para o combate com armas de defesa e ataque, nossa arma de ataque é a Palavra de Deus, a espada do Espírito ( EFESIOS 6),  e na palavra de Deus que recobramos o nosso animo, é por ela que nossa confiança em Deus se desenvolve, usar a palavra de Deus, e fiar-se com toda confiança naquilo que esta escrito sabendo que Deus é cumpridor daquilo que diz. O escudo por sua fez é a nossa fé (EFESIOS 6) a maior luta espiritual não é uma luta de poderes equivalentes entre si, até porque não existe poder que se rivalize com Deus, é antes de tudo uma luta de mentiras contra a verdade, mentiras do inimigo contra a verdade que existe em Deus, verdade esta que agora está em nós, que ao mesmo tempo que é nossa espada é também o nossa escudo protetor " A Tua Verdade ´é escudo e broquel" Salmo 91

Liberar a palavra com Fé – II Cr 32.7-8– "A palavra de Deus tem poder quando a liberamos com absoluta confiança e certeza de fé" (Pastor Alceu)

 

Ezequias recebe a mensagem do inimigo – II REIS 19.8-13 – II CR 32.9-20

Uma das maiores armas que o inimigo tem, e que usa com efeito é o medo, para nos desestabilizar emocionalmente e espiritualmente, e com Ezequias não foi diferente, Ezequias recebeu o que David Wilkerson chamou de "uma carta do diabo" cheia de ameaças. Quantos que tem repensando sua visa ao urgir uma noticia amedrontadora? Como disse vivemos uma guerra entre a mentira e a verdade, por isso eu duvido de muitos laudos médicos que sentenciam a pessoa de uma vez por todas, duvido dos altos índices de desemprego, duvido de todos os temores apregoados pela impressa muita vezes sensacionalista. Quantos sentenciados pela medicina que eu vi serem curados, quantas portas de empregos diziam estar fechadas que eu vi sendo abertas, vivemos a realidade do céus e não a terra, muito embora aqui estejamos por curto espaço de tempo ( Maranata!) mas não é curso deste mundo que domina a nossa vida e sim as Soberanas decisões do Nosso Deus. Decida viver com a vitória daquele que serve a Deus com inteireza de coração. Não se assuste com noticias ruins, e se por acaso vier a assustar-se, lance- se aos do Poderoso Deus de Abraão.

 

A Oração de Ezequias II Cr 19.14-19

Ezequias coma animo recobrado e com decisão de dar fim uma vez por resolve orar com todas as suas forças, não podemos negligenciar a oração pode muitos em seus efeitos, não precisamos de grandes períodos, tempos muitos prolongados, mas precisamos orar,m e na oração obter a resposta para nossa vida, fico com a palavra de amigo meu o Presbítero José Gonçalves, que em uma vigília ministrando a palavra disse: Não precisamos de longos períodos de oração para sermos ouvidos por Deus, mas devemos orar até que tenhamos a certeza que nossas orações foram ouvidas, sejamos com a viúva na porta do juiz, oremos até sentir a Gloriosa presença de Deus na nossa oração como resposta de que ele nos ouviu.

 

Conclusão:

O rei da Assíria esbravejou, ameaçou mas Deus mandou apenas um dos anjos que desolou os seus exércitos (II REIS 19.35) rompamos com todo o laço, toda a associação com aquilo que não agrada a nosso Deus, e sejamos sabedores que ele livra aquele que a ele se entrega.

 

Rodrigues

http://didaqueteologia.blogspot.com

http://somosfamiliacrista.blgospot.com

 

Para saber mais:

ü  Senaqueribe: "deus da lua, que multiplica os seus irmão – representa um principado demoníaco

ü  Ezequias: Deus é a minha Força

ü  Período Histórico: 705 a 681 antes de Cristo

 

 

 

 






FIQUE MAIS PROTEGIDO ENQUANTO FAZ DOWNLOADS INSTALE GRÁTIS O INTERNET EXPLORER 8.

terça-feira, 13 de julho de 2010

Maquiavel, o Pastor

Poderia ser Maquiavel o Apostolo ou outro título qualquer - afinal os "fins jsutificam os meios" e não importa se esses fins não sejam totalmente de acordo com as Escrituras - o que importa no final é a Igreja cheia, o evangelho pregado - Evangelho? Bom não sei se o que temos ouvido por ai pode ser chamado de evangelho, continua- se amando as coisas do mundo, vivendo de acordo com o curso dele, diferente do fundamento apostolico de uma nova vida em Cristo, Vale tudo, festas juninas gospel, escola de samba gospel, vale-tudo gospel, tatuagem gospel e por ai vai...As liçoes da história do Cristianismo quando este foi se corrompendo aos poucos e cedendo aos desejos dos pagãos do impérios romano, tem sido esquecida, péla igreja atual - o triunfalismo pregado, não é bíblico, ouvir uma pregação ou uma palestra de auto ajuda ja não tem mais diferença alguma. Maquiavel esta vivo entre nós ensinando a Amoralidade do Principe, que tudo pode contanto que seja visando o bem maior do seu país, O Principe esta acima das Leis.- A pessoa se converte, mas ainda gosta de seus costumes biblicamente identificados como mundanos, seus eventos,q ue apropriadamente podemos chamar de pagãos etc - então façamos um evento, vamos dar um nome bonito para ela "GOSPEL" e pronto é quase certo que essa pesssoa não abandonará a Igreja e ainda trará os seus amigos - Na verdade a pessoa não nasceu de novo aidna ama este mundo com tudo o que ele tem - não conhece o Cristo que disse: Deixa tudo e segue-me...

Bem Jesus nos advertiu: quando o Filho do Homem vier, achará fé na terra?

quinta-feira, 8 de julho de 2010

HERESIAS

 

Heresia deriva da palavra grega háiresis e significa: "escolha", "seleção", "preferência". Daí surgiu a palavra seita, por efeito de semântica.

Do ponto de vista cristão, heresia é o ato de um indivíduo ou de um grupo afastar-se do ensino da Palavra de Deus e adotar e divulgar suas próprias idéias, ou as idéias de outrem, em matéria de religião. Em resumo, é o abandono da verdade.

O termo háiresis aparece no original em Atos 5.17; 15.5; 24.5; 26.5; 28.22. Por sua vez, "heresia" aparece em Atos 24.11; 1 Coríntios 11.9; Gálatas 5.20 e 2 Pedro 2.1.

O estudo da heresiologia é importante, sobretudo pelo fato de os ensinos heréticos e o surgimento das seitas falsas serem parte da escatologia, isto é, um dos sinais dos tempos sobre os quais falaram Jesus e seus apóstolos.

O apóstolo Paulo, por exemplo, nos dois primeiros versículos do capítulo quatro da sua primeira epístola a Timóteo, escreve:

"Mas o Espírito afirma expressamente que, nos últimos tempos alguns apostatarão da fé, por obedecerem a espíritos enganadores e a ensinos de demônios, pela hipocrisia dos que falam mentiras, e que têm cauterizada a própria consciência".

O apóstolo Pedro escreve também:

"Assim como no meio do povo surgiram falsos profetas, assim também haverá entre vós falsos mestres, os quais introduzirão dissimuladamente heresias destruidoras, até ao ponto de negarem o Soberano Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina destruição. E muitos seguirão as suas práticas libertinas, e, por causa deles, será infamado o caminho da verdade; também, movidos por avareza, farão comércio de vós, com palavras fictícias; para eles o juízo lavrado há longo tempo não tarda, e a sua destruição não dorme" (2 Pe 2.1-3).

Uma seita é identificada, em geral, por aquilo que ela prega a respeito dos seguintes assuntos:

1. A Bíblia Sagrada

2. A Pessoa de Deus

3. A queda do homem e o pecado

4. A Pessoa e a obra de Cristo

5. A salvação

6. O porvir

Se o que uma seita ensina sobre estes assuntos não se coaduna com as Escrituras, podemos estar certos de que estamos diante duma seita herética.

Entre as muitas razões para o surgimento de seitas falsas no mundo, hoje, destacam-se as seguintes:

1. A ação diabólica no mundo (2 Co 4.4).

2. A ação diabólica contra a Igreja (Mt 13.25).

3. A ação diabólica contra a Palavra de Deus (Mt 13.19).

4. O descuido da Igreja em pregar o Evangelho completo (Mt 13.25).

5. A falsa hermenêutica (2 Pe 3.16).

6. A falta de conhecimento da verdade bíblica (1 Tm 2.4).

7. A falta de maturidade espiritual (Ef 4.14).

 
extraído do livro: Religiões, Seitas e Heresias - Raimundo F Oliveira.


 






PARA NAVEGAR COM MAIS PRIVACIDADE USE O INTERNET EXPLORER 8. INSTALE GRÁTIS.

sábado, 3 de julho de 2010

 

Batalha espiritual e Santificação

 
Não existe uma luta de forças no universo, uma luta do bem contra o mal, essa visão maniqueista de Sobrenatural , herdada por sua vez do Zoroastrismo, não condiz com a verdade bíblica. Muitas pessoas, temo em dizer até mesmo igreja, ao falarem de batalha espiritual pensam estar em grande confronto entre Deus, o bem e Satanás o Mal. Definitivamente o que a Bíblia nos apresenta é um rebelde com hora marcada para ser condenado e encerrqado em prisões eternas. Até memso porque não existe poder capaz de rivalizar com Deus. Todavia um existe uma batalha que tem com alvo a nossa vida, Deus é inatingivel, porém nos os seus servos que vivemso no presente século não, ainda somos vulneravéis, digo ainda porque tambem chegará o dia por ocasião do da Volta de Cristo em que não seremos mais sujeitos as influencias do pecado! Como no principio da humanidade o que temos é uma luta pela nossa vida, que não rivaliza com o Poder de Deus, mas rivaliza com nossos sentimentos, com nossos pensamentos, com a nossa fé. Uma luta que se dá no campo da nossa mente, uma luta entre a VERDADE e a MENTIRA. Satanás repito não rivaliza diretamente com Deus, mas procura com suas mentiras nos afastar de Deus, conduzindo para isso primeiro o ser humano ao pecado. Logo a nosssa maior luta contra esses principados e postestades, não é uma luta de declarações poderosas, de atos profetos misticos, (ungir os ares por exemplo) Nossa Luta principal é contra a nossa propria carne, contra as nossas proprias vontades, pois são elas que servem de instrumento sedutor para que venhamos a decair da Santificação. Aliás este é o assunto de Paulo, em Galatas Cap 5: 16 a 26 ( as obras da carne e o Fruto do Espirito) Toda a nossa Vitoria gira em torno deste assunto: SANTIFICAÇÂO, sem isto impossivel ver a Deus, impossivel ter comunhão com Ele. Uma doutrina estranha tem sido pregada em nossos dias, de acordo com esta doutrina, O Cristão precisa fazer declarações, determinar pois suas palavras tem um imenso poder, isso vem acompanhado de "atos profeticos", também estranhos a fé cristã, uma vez que corre-se o risco de criar vinculo entre os participantes do ato e ato em si, sendo isso um principio de idolatria, proque o simbolo mesmo quando usado não pode ser maior do que o objeto que simboliza. Na verdade santificação hoje em dia esta tão fora de moda, quanto falar sobre a volta de Cristo ou a realidade do inferno. Aliás para que falar de assunto tão chato que pode até espantar a membresia? Sejamos positivos os deixemos animados, façamos eventos, festas, deixemos de macerar os seus corações com palavras negativas, afinal eles são todos bons, semi-deuses, e a unica coisa que tem que fazer é exercer o seu pensamento positivo, que apropriadamente vamos chamar de fé...
 
Bom. : Senti as vossas miserias e chorai é o que diz o profeta isaias...
 
Não tem outro caminho, quem VENCER, terá que seguir a Santificação... e será na Santificação que saberemos o que o Senhor fará, saberemos o que ele quer de nós e qual a estratégia que usaremos.
 
 
"Santificai-vos pois amanhã o Senhor fará maravilhas no meio de vós" ( Josue 3.5)
 
 
 

 
samuel rodryguez

* para saber sobre maniqueismo e zoroastrismo consulte http://pt.wikipedia.org/wiki/Maniqueu

http://didaqueteologia.blogspot.com


FIQUE MAIS PROTEGIDO ENQUANTO FAZ DOWNLOADS INSTALE GRÁTIS O INTERNET EXPLORER 8.

Esporte Cristão!

Descobri recentemente que muitos cristãos são fanáticos por um tipo especial de esporte, um esporte muito popular, porém muito especifi...