quinta-feira, 31 de março de 2011

Porque Didaquê ?

Você que acompanha este blog, já deve ter se perguntado algumas vezes qual a origem e a razão do nome DIDAQUE, este nome vem de um vocabulo grego que significa ensino ou origem, sendo didaque a a origem das palavras portuguesas como didatico. (ensino), Mas o “Didaque”  ou ensino dos doze Apostolos foi uma especie de Manual de Doutrina, escrito por Cristãos ainda no  primeiro século, que tinha como vista, regular principio de conduta e liturgia na nascente igreja cristã, com base no entendimento nas palavras e ensinos apostolicos.

Claro que como escrito o “Didaque” não tem o mesmo valor de documento inspirado das escritutas, porém mostra como os primeiros cristãos já se preocupam em preservar de forma escrita e  doutrinarias os ensinamentos apostolicos, em fase as crescentes heresias gnosticas que começam a florescer ainda no primeiro século.

O “Didaque” desta forma é composto de várias citações apostolicas e evangélicas o que mais refletir de forma pessoal que tudo o que ainda precisamos atualmente é de mais conhecimento das escrituras sagradas com suas citações e passagens, do que de estranhos argumentos racionalmente montados para defender estes ou aquele ponto de vista, em resumo precisamos da simplicidade das palavras dos apostolos e evangelistas.

Algumas Citações do Didaquê:

Conteúdo

 

Última página do Didaquê

Nos escritos da Didaquê, além da doutrina e liturgia cristã, o evangelho de Jesus é recomendado. A Didaquê também cita a oração do “Pai Nosso” como sendo “ensinada pelo Senhor” e finda com a afirmação em consonância com o livro Apocalipse, do Novo Testamento, de que Jesus voltará:


... conforme foi dito: "O Senhor virá e todos os santos estarão com ele". Então o mundo assistirá o Senhor chegando sobre as nuvens do céu."

 

Nos escritos da Didaquê também são reforçados o batismo no nome do Pai, Filho e Espírito Santo


Que ninguém coma nem beba da Eucaristia sem antes ter sido batizado em nome do Senhor, pois sobre isso o Senhor [Jesus] disse: "Não dêem as coisas santas aos cães"

Tais escritos também sustentam argumentos de que existiam escritos do primeiro século apoiando a defesa da tese teológica de que Jesus é Deus.

Sobre questões polêmicas como o batismo, adverte para o batismo em imersão; sendo admitido por aspersão na inexistência de água corrente. A

Didaquê também acentua a disposição ao jejum por parte do candidato ao batismo e daquele que o vai batizar por cerca de três dias antes do batismo.

Nos escritos da Didaquê há uma similaridade quando se referencia ora ao Pai como o Senhor, ora a Jesus como o Senhor, o que é aceito por alguns como a interposição entre as duas pessoas. Também fazendo a distinção de pessoa chamando Jesus de servo do Pai.

A Didaquê faz registro da celebração da ceia:


Reuni-vos no dia do Senhor, para romperdes o pão e dardes graças...

A Didaquê cita diretamente ou faz menção indireta a diversos livros do novo testamento: Mateus, Lucas, I Epístola aos Coríntios, Hebreus, I Epístola de Pedro, Atos dos Apóstolos, Romanos, Efésios, Carta aos Tessalonicenses e Apocalipse

 

Rodryguez e Carvalho

sexta-feira, 25 de março de 2011

Falando sobre fé

Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que não se vêem. Hebreus 11.1

 

Podemos dar várias definições para a palavra fé. A primeira e mais basicas das definições é atribuir verdade, veracidade a algo sem a necessidade prévia de provas, fé nesta definição não tem o sentido dogmatico de crenças e doutrinas religiosas, mas o sentido prático de apenas se acreditar em algo. Somos porém por natureza seres pensantes, racionais, e muitas vezes vivemos a busca de provas e evidencias para darmos a nossa aprovação ou veredito de verdadeiro ao que quer que seja.

Do outro lado porém como seres dotados de alma e espírito também temos a tendencia natural,e a necessidade de acreditar em algo. Sendo a fé um fenomeno visto em todas as formas e expressões culturais e religiosas da humanidade.

Existe outra definição de fé, embora chamada de fé possui conotações dogmaticas, doutrinárias, que é a fé como o conjunto de crenças religiosas de determinada confissão ou religião, desta forma temos a fé evangélica, a fé catolica, a fé islamica, etc.

A Bíblia possui algumas frases interessantes sobre a fé e abrange claro todas estas definições. Em Abraão vemos a fé como um relacionamento entre o homem e Deus, onde se acredita que simplesmente o que Deus fala é a verdade sem questionamentos, sem racionalizações, apenas se oferece Isaque sobre o altar e crer que Deus é fiel.

Temos a fé ainda como a crença na operação do sobrenatural, o poder de Deus em ação, criando e fazendo coisas que estão acima das leis que regem esta existencia aqui.

Temos a fé como conjunto de nossas crenças e doutrinas, sendo essa a fé que vence o mundo o sistema do mundo, que nos mantem de pé e firmes na nossa vocação e chamado.

Mas lendo hebreus 11 eu me deparei com algo ainda mais excelente. Nas definições do Autor de Hebreus sobre a fé, ali ele fala da certeza das coisas que não se podem ver, uma fé que agrada a Deus, pois nosso relacionamento com Ele é antes de tudo um relacionamento de confiança.  E é lendo hebreus que me deparo com algo extraordinário sobre a fé, ali diz que muitos morreram na fé, não alcançaram as promessas

Todos estes morreram na fé, sem terem alcançado as promessas; mas tendo-as visto e saudado, de longe, confessaram que eram estrangeiros e peregrinos na terra. Hebreus 11.13

Pois é, confiaram e mantiveram a confiança em Deus, mesmo morrendo viram de longe as promessas, e acreditaram além desta vida terrestre!

Como somos imediatistas as vezes, e como esmorecemos! Abraão sabia que Deus, mesmo se Isaque fosse morto o poderia ressuscitar, assim a morte é o termino da esperança de muitos, mas quem confia em Deus, confia além de qualquer circunstancia!

Também em hebreus diz que Moisés pela fé recusou ser chamado Filho da Filha de Faraó! ( Hebreus 11.24) . Moises preferiu ser identificado com o povo hebreu escravo e humilhado! Tendo em vista uma recompensa que não se encontra neste mundo. Quantas vezes vi Cristãos dizendo melhores do que outros, querendo pertencer a Elite Gospel, mundana e leviana, engodada pelo mundo, casada com a terra do Egito! Precisamos de Fé, para saber de que lado ficar e com quem ficar, mesmo que isso pareça oprobio!

Também lendo hebreus iremos ver que uns foram vitoriosos no mundo, enquanto que outros foram errantes, aflitos e maltratados, tudo isso pela fé. A fé portanto como diz o autor de hebreus não e algo que agrada a si mesmo! Mas a fé agrada a Deus! Assim sem Fé é impossivel agradar a Deus! - 

Agradar a Deus, sabendo que ele é recompensador, mesmo que essa recompensa seja na consumação de todas as coisas! Mesmo que esta recompensa seja em mundo e era da qual a mente racional não pode descrever ou alcançar!

Se for do agrado e tempo de Deus iremos vencer reinos e Batalhas, a nossa fé mostrará o seu valor, se for ocasião de mostrar que acreditamos e estamos dispostos a dar nossa vida por isso, também nossa fé mostrará o seu valor.

Ao contrário do que os mercadores da palavra dizem, fé é muito mais que garantir acesso a uma vida de vitorias plenas , embora eu não duvide das bençãos e operações extraordinarias de Deus em nossos dias, creio que a  excelencia da Fé é ainda acreditar como os patriarcas em uma cidade que tem firmes fundamentos do qual o artifice e construtor é Deus.

 

Rodryguez & Carvalho

http://didaqueteologia.blogspot.com

domingo, 20 de março de 2011

Terremotos Espirituais

terremoto-1

Mas uma vez o mundo está atento, alerta e com apreensão. As catastrofes naturais no Japão já contabilizam máios de 7.700 vítmas fatais, isso sem contar os desaparecidos, sendo assim a tendencia do número é aumentar e isso em grande escala.Isso samando-se ao risco de uma forte contaminação nuclear. Do outro lado do mundo as “potências” do Ocidente, atacam a Líbia, que está em guerra civil. São acontecimentos de todos os lados.

Não vou me apressar e dizer que vivemos dias apocalipticos, isso seria chover no molhado.

Nestes dias de trevas e agitações mundiais, não olho apenas para o mundo, nem para as profecias escatogicas bíblicas. Olho porém com temor, medo e apreensão para a Igreja Evangélica. Uma Igreja que se tornou sonolenta ao longo dos anos, que perdeu seu fervor missionários e evangelisticos, que não apresenta mas o Jesus Bíblico ao mundo, uma igreja que não denuncia o pecado e a transgressão humana.

A Igreja Evangélica, tem passado por tsumanis e terremotos espirituais que tem abalado suas doutrinas, praticas, modo de vida e fé, tem sofrido a invasão de potestantes e principados, perdendo a sua identidade celestial e se globalizada.

As agitações deste mundo parecem que não tem sido suficientes para o despertar da Igreja – A santificação está fora dos padrões ordinários, é como o mundo que dorme na indolencia do carnaval mesmo diante das catastrofes de Petropolis. Chorai com os que choram, exortam Paulo em Romanos 12.1.

È Tempo de chorar, não apenas de “teologizar” os acontecimentos. Chorar, jejuar, se vestir de saco e cinza, Buscar intensamente a presença de Deus para que possamos acha-lo mesmo no meo da muitas águas, terremotos, e risco nucleares do mundo espíritual.

È tempo de despertar, não apenas de debater sobre a necessidade de um avivamento, mas sim de um despertar real e pratico. Saindo do sono, do comodismo e anunciando com veemencia Jesus neste mundo tão devastado.

Houve um tempo e não faz tanto tempo assim, em que a igreja acreditava, unicamente em Jesus e se relacionava com ele através de joelhos dobrados e vidas santificadas.  - A igreja dormiu casou com o mundo temo que os tempos de Laodiceia tenha chegado, se chegaram enfim que pelos menos possamos abrir a porta para aquele que insistentemente esta a bater.

 

“eis que Estou a porta e bato!!!” –

 

Rodryguez.

sexta-feira, 11 de março de 2011

PAI – APOSTOLO – PATRIARCA ou ANJO..????

 

Quero as vezes em nome da unidade na diversidade ( embora não concordo muito com isso) me calar, fazer vistas grossas, quem sabe, anular a minha fé e viver um relativismo nas minhas posições cristãs e teologicas, mas volta e meio de deparo com abusos, com usurpação com tentativas de engrandecimento do homem em um lugar onde so deveria ser engrandecido o nome de Deus! Na verdade é necessário que Ele crescça e eu diminua, foi o que disse o maior de todos os nascidos de mulher!

Quem é o maior entre nós foi a indagação dos discipulos! A resposta de Cristo foi um tanto paradoxal dizendo que o maior deveria ser servo!

Mas para não ser apelativo, quero apenas divulgar a noticia do site Gospel Mais e deixar que cada um pense por sí.

 

Eis a nota:

Mesmo sendo nomeado Apóstolo, o líder e fundador da Igreja Apostólica Renascer em Cristo estaria recebendo um novo título de alguns membros e bispos da denominação. Estevam seria conhecido como anjo e apóstolo, segundo o site de membros Folha Renascer.

Segundo o site a iniciativa é recente, mas não se sabe se foi uma medida tomada pela administração da denominação ou deliberada pelos próprios membros arbitrariamente. Anteriormente Estevam pedia para que fosse chamado de Pai ou Paipostolo, como ficou mais conhecido.

Site procurou um pastor Batista para dar uma opinião neutra sobre o assunto: “A palavra anjo foi usada pelo Senhor na bíblia em Apocalipse 1:1-2: ‘…E que ele, enviando por intermédio do seu anjo, notificou ao seu servo João, o qual atestou a Palavra de Deus’. Anjo significa mensageiro e é exatamente o que um pastor ou apóstolo faz. Pra mim títulos não fazem diferença alguma só serve para satisfazer o ego das pessoas e para se colocar acima de todos”, afirmou.

Se confirmado o fato o Estevam Hernandes não será o primeiro Patriarca do meio evangélico brasileiro, no ano passado o também Apóstolo Renê Terra Nova do MIR se auto-intitulou Patriarca e foi severamente criticado. O título de anjo ainda não foi oficialmente criado.

 

Depois ainda se dizem vivendo como os apostolos…Apostolicidade???

Pense e reflita….

 

Rodryguez

Campanha de Santificação!

Ontem dia 16/11/2017, afim de cumprir uma antiga promessa, feita a um amigo, foi fazer uma visita na Igreja Pentecostal Deus é amor. ...