sexta-feira, 27 de abril de 2012

Qual versão da Bíblia você prefere?.

 

Cuiabá, um calor daqueles, lá estou eu me protegendo do calor  e tomando uma refrigerante bem geladinho em uma salgaderia. Fico observando o movimento da cidade, que como toda a cidade grande tem de tudo, de todos os tipos, sotaques, produtos, etc. Como você já sabe sou um observador por natureza, e busco sentido, razão e aprendizado nas coisas que vejo.

Na minha frente tem umas jovens sentadas em uma mesa, uma mais empolgada que as outras e mais falante, contando suas proezas e conquistas sexuais, suas incursões bela vida boemia da cidade, seus amores, rindo por ter dançado recentemente com um paulistano em um baile, ele não sabia dançar e que pisou tanto no seu pé que até estragou a alça da sua sandália. Uma das suas amigas pergunta: “Mas porque você dançou a noite toda com ele então?” – Ela responde: “ O cara era bonitão eu estava com vontade de transar com ele naquela noite… valeu o sacrifico” ( usou claro palavras do mais baixíssimo calão!)

Risos e zombarias… não preciso contar os detalhes….

Olho para a rua, o calor é cruel mas vejo algumas pessoas bem compostas com camisas de manga comprida e um até com gravata! Malucos né – Bom esses homens são evangelistas e estão distribuindo folhetos, abordando todas as pessoas que podem, dizendo que Jesus as ama e liberando uma palavra profética, para que Deus abençoe a vida dessas pessoas…

Pois é, existe um caminho que nem os loucos errarão!

Chegam a mim e me deixam um folheto eu agradeço com um amem.

Chegam na mesa das moças e deixam outros folhetos, dizem que Jesus as ama, e que Deus abençoe as famílias dela e saem . Para minha admiração uma delas fica muita curiosa com com folheto e lê-o avidamente e pergunta para a outra, ( a mais escandalosa que falei), porque  a linguagem do texto está diferente? – Essa outra ( a escandalosa) tira uma BIBLIA, de sua bolsa, investiga com a amiga a versão do texto bíblico do folheto comparando-o com a sua versão que era ARC, discorre sobre versões bíblicas, almeida, nvi etc. fecha a bíblia guarda-a e volta ao seu PAPO BRAVO!

Isso mesmo amigo.: A mensagem estava ali, foi, ate digamos a grosso modo objeto de “estudo teológico” – mas não foi recebida como instrumento de transformação, de renovação de vida! Eram  jovens que receberam a palavra com letra e não como espírito!

Pela conversa que ouvi, acredito que todas eram nominalmente Cristãs…

Mas meu foco não é esse, não vou aqui discutir a fé ou a suposta fé deste ou daquele.

Mas pensei comigo mesmo: “O que a Palavra de Deus, tem feito na minha vida? como a tenho recebido?”

Se eu a recebo com “Espirito e Vida” tenho vida em mim mesmo! Se eu a receber como Letra apenas, a letra me matará!

Posso discorrer sobre versões e traduções tal como um escriba, ou Doutor da Lei, mas ainda me falta uma coisa!

Posso versar e declinar verbos no seu sentido original, mas o que isso adiantará se eu não sofrer a transformação gerada pela Palavra da Vida!

Quantas vezes me peguei em detalhes sem importância, preocupado com o português do pregador, com a versão usada, com sua postura e oratória?

Amós era um simples criador de gado e agricultor, e foi ignorado pelo Rei de Israel, todavia era portador de uma poderosa Mensagem!

Pedro, foi o um homem conhecido das autoridades como iletrado, mas pregando com grande autoridade e poder levou a conversão mais de 3000 pessoas!

Não estou fazendo apologia a falta de estudo, afinal Paulo estudou aos pés de Gamaliel.

Mas me preocupo com a forma com as vezes recebo a palavra!

Ah esqueci, a mensagem do folheto era esta:

Alegra-te, jovem, na tua mocidade, e recreie-se o teu coração nos dias da tua mocidade, e anda pelos caminhos do teu coração, e pela vista dos teus olhos; sabe, porém, que por todas estas coisas te trará Deus a juízo.
Eclesiastes 11:9

 

A mensagem da salvação que muda vidas é simples e “quem tem ouvidos para ouvir… OUÇA!

Qual versão da Bíblia você prefere… discussão interessante hein? – Não entrarei no merito dessa questãos, eu prefiro as versões do textus receptus…por diversos motivos, mas escolher a versão pode ser apenas um exercicio de “inteligencia teologia”

Praticar a Palavra é um exercicio espiritual da verdadeira fé.

Rodriguez&Carvalho

sábado, 7 de abril de 2012

Jogar com a verdade

Estes no meu trabalho diante de um embaraço profissional com nosso cliente, ouvi a seguinte afirmação: “Devemos jogar com a verdade!” alias essa sentença já ouvi muitas vezes, em diversas ocasiões em frentes a situações embaraçosas. Semelhante a essa frase é outra que afirma: “Quem fala a verdade não merece castigo!”

O ser humano inventou um modo de manipular, jogar para que  a verdade possa lhe trazer benefícios próprios, possa servir para dar a falsa impressão de responsabilidade e humildade. Primeiro vem a mentira, o engodo, mas quando o jogo está mudando, entra em cena a “verdade”.

Tal verdade, não é verdade, mas parte de um plano engenhoso que principia em um fato verdadeiro, com o proposito de ir até o engano, enfim um sofisma.

Como cristão, herdeiro de boa parte do pensamento hebraico, gostaria de recorrer a este idioma,  como principio para entendermos o tipo de VERDADE que deve nortear as nossas vidas. – Verdade em hebraico  é emunah, que pode ser traduzido por confiança, fidelidade, e diz respeito a palavra e a intenção que não pode ser mudada, sendo aplicada tanto a Deus como aos homens, é a palavra do pacto, deste modo ter fé, é simplesmente acreditar que Deus cumprirá o que prometeu, pois é fiel, digno de confiança. A palavra de Deus nos convida, a seguirmos o exemplo de Cristo, até porque a vida Cristã so pode ser considerada, genuinamente cristã, se seguirmos em tudo o exemplo de Cristo e Cristo é a VERDADE.

A verdade, não entra no jogo, até porque não se joga com ela. a verdade aponta não apenas para uma necessidade iminente como no exemplo que citei dos meus colegas de trabalhos, a verdade aponta para o futuro, se foi tratado assim, assim será feito!

Seria interessante se em todos os nossos relacionamentos essa verdade estiver presente, se o sim, dado no começo, for realmente o reflexo do sim que está dentro do nosso coração, for a expressão do que, de  fato queremos, de semelhante forma o não, mesmo sabendo que  como humanos estamos sujeitos a fabilidade em nossos projetos e nem tudo sai como planejamos, porém se no começo de nossos acordos, planos e projetos o nosso sim ou não for aquilo que de fato queremos ao invés de apenas um argumento para “ganhar tempo”, estamos no caminho certo para cumprirmos aquilo que falamos.

 

Enfim não pode jogar com a verdade, pelo contrario o convite de Deus para nós é que vivamos a VERDADE.

Ops… esqueci de dizer quem é pai da mentira… mas acho que todos já sabemos…

Rodriguez&Carvalho

quinta-feira, 5 de abril de 2012

A MELANCIA

 

Eu, e uma melancia…delicia, gosto demais, de uma forma  que você meu amigo não faz idéia. No primeiro corte, deu aquele estalo na casca, eu sabia que a melancia, deveria estar bem madura e bem docinha!

Dividi os pedaços, e por um momento fiquei observando a quantidade de sementes todos pequeninas, alias bem bem pequenas em relação a melancia. Minha atenção agora ja não era na melancia em si, e sim no misterio que guarda uma tão pequena semente!

Se uma semente gerasse uma melancia e outra semente ou duas para continuar a especie já seria muito, porem uma semente além de gerar várias melancias ainda é capaz de gerar em cada uma dessas melancias, outras dezenas ou centenas de sementes!

Se você prestar atenção, qualquer semente tem sim o potencial de invadir, todas as terras araveis e ferteis de uma região oudo mundo todo

O segredo não apenas fornecer um fruto maravilhoso, mas sim garantir a sua continuidade, e não apenas isso, mas  garantir a sua multiplicação em uma progressão geometrica!

Não é sem motivo que Jesus, citou em varias de suas comparações a semente!

Somos o fruto da semente, mas não devemos apenas ser frutos, devemos também continuar a fornecer a semente.

Não devemos apenas estar prontos para viver do beneficio do Reino de Deus, através da Palavra semeada um dia em nossos corações, devemos tambem estar prontos para a ardua tarefa de semear.

Não apenas semear, mas se preciso for devemos estar prontos a fazer o sacrificio da semente, que morre sepultada  no solo, para que possa assim germinar.

O segredo da semente, tem sido confundido com a delicia do Fruto!

Semear é um exercicio cansativo, arduo, muito mas que isso, é uma ato de fé, pois o semeador saber que vários fatores podem inviabilizar a sua colheita, mas mesmo assim semeia, porque o faz pela fé, assim tem sido pelos seculos e assim agricultores de eras diversas colhem seus frutos.

O segredo da semente é que ela não é nda se vier acompanhada com fé, não fé como um pensamento positivo, mas fé como confiança que aquilo de que Deus fala é a VERDADE, e vai se cumprir, quem não tem fé pode comprar os frutos já prontos, quem tem fé semeia!

O segredo da semente é que ela tem que morrer primeiro, apra que depois possa germinar.

Nesta vida terrestre nem tudo o que plantamos colhemos, mas essa vida é um reflexo da perfeição das coisas eternas. No mundo espiritual o que se planta se colhe.

Mas não somos semeadores comuns, temos a mais poderosa de todas as sementes…Temos a ordem para planta-la, embroa o período da semeadura seja duro, a colheita seja gloriosa.

A semente que em nos foi semeada, tem o potencial para conquistar o mundo.

Chegará o dia em que os Reinos do Mundo chegarão a ser do Nosso Deus e do Seu Cristo, povos de todas as terras subirão para adorar o Deus de  Jacó

Antes de eu voltar a minha melancia deixa eu te fazer um convite. Vamos semear?

Rodryguez&Carvalho

O Trabalho precisa ser feito

 

Noite chuvosa em Ribeirão Preto, uma chuva torrencial!  Da janela do escritório onde trabalho, fico olhando a chuva, as correntes de agua na rua, etc. Algo lá embaixo, na rua, chama minha atenção, são os garis e o caminhão da coleta do lixo, que mesmo em meio a uma forte chuva, estão lá, continuando o seu trabalho, fazendo a coleta publica do lixo.

O trabalho precisa ser feito, é essencial em uma sociedade igual à nossa, e em uma ocasião em que muitos, em outras diversas atividades ao ar livre se esconderiam, lá estavam os garis, fieis ao se trabalho, compromissados, molhados, encharcados, cansados, correndo… mas dando conta do trabalho que precisa ser feito!

O trabalho precisa ser feito! Parece até que escuto uma voz oculta, silenciosa e inquietante falando dentro de mim!

Como estamos acomodados, como estamos passiveis!

Penso, por mim e falo de mim… O que tem me impedido de cumprir o IDE, de exercer os meus dons, de anunciar ao mundo a mensagem da Salvação? O que tem me impedido de trabalhar nos campos do Senhor?

A Chuva, o sol, o vento? Ser Cristão é mais do que, professar uma fé comum dentro de determinada comunidade. Ser Cristão é mais do que filosofar sobre teologia e correntes diversas do pensamento teológico.

Jesus, tinha em seus apóstolos, homens trabalhadores, alguns experimentados, nas águas do mar da Galileia. O próprio Jesus, em sua humanidade filho de um carpinteiro, homem de dores que sabe o que é padecer.

Homens que continuaram trabalhando, agora em causa muito mais nobre, que exigia deles muito mais tempo e dedicação, pois agora trabalhavam no Evangelho!

Vi o esforço dos garis e sua dedicação.

Escuto outra voz, silenciosa e inquietante de dentro de mim que me diz: “Filho vai trabalhar em minha vinha…”

Questões Loucas!

"Não ir alem do que está escrito" I Corintios 4.6... De uns tempos para cá tenho notado nas pregações dos púlpitos...