sábado, 7 de agosto de 2010

                                                                           Quem socorrerá a Igreja?


Volta e meia aparece ou reaparece no ambiente evangélico alguém com um doutrina particular, com o pressuposto de que essa será a "grande visão de Deus", para a Igreja, as invenções não param, assistir muitos cultos evangélicos ou uma palestra de auto ajuda é praticamente a mesma coisa, outros se situam em torno de números bíblicos como o 7, 12, 40 etc, o ruim de tudo isso é que no final tudo não dá em nada ou quase nada. As estratégias, as visões, tem sido visões humanas, funcionais e institucionais, muito diferente do evangelho, como disse um amigo meu, que foi liberto das garras do ocultismo: "tem horas que a impressão, é que estou numa roda mística", pode chocar você meu amigo, mas acredito que muito ocultismo tem sido praticado mesmo dentro das igrejas, os símbolos da fé, que tem, a função de memorial, são usados de forma irresponsável, substituindo a poderosa pregação que conduz o pecador até Cristo., não faz muito tempo que assistindo um programa "evangélico" na Tv, via uma estranha unção, a unção do touro de New York.. um pastor la com um recipiente de azeite orando e consagrando, falando do significado financeiro ( só para variar) daquele lugar e dizia que as pessoas ungidas com aquele óleo ( claro que envolve também um voto financeiro) estaria assim capacitado por Deus para crescer, pensei de imediato no bezerro de ouro que os israelitas fizeram ao sairem do egito. Assim como a classe sacerdotal guiado por Arão, aceitou essa profanação, de igual modo "sacerdotes" tem induzido cristãos à pratica que não é Cristã. Se não der certo é só jogar a culpa na fé da pessoa, que não foi suficiente, alias fé e pensamento positivo, dentro desta "teologia" são quase idênticas, logo penso que os homens ímpios e ricos devem possuir uma tremenda fé e ainda por cima agradam a Deus. As pregações são elaboradas a ponto de levar essa visão as pessoas, já a muito se foi o tempo em que a pregação era uma revelação da vontade de Deus ao pregador, para que outros pudessem ouvir, pregação hoje é antes visão oficial da Igreja. 

Mas em tudo isso ainda podemos ver a genuína palavra de Deus sendo pregada, por pessoas anônimas, que nunca estarão na grande mídia, são como a serva de Naamã, suas igrejas não grandes, alias não fala de grandeza ministerial ou pessoal, apenas sente-se o coração arde, vendo a necessidade real de anunciar a salvação dar cumprimento ao IDE de Cristo. 

Cristo ainda está andando pelas sete Igrejas da Ásia, e quem tem ouvidos para ouvir ouça, a nos trilhos corretos é como Filadelfia, igreja com pouca força mas que não nega o NOME de DEUS. Igreja que será livrada da hora da tribulação que haverá de vir sobre toda a terra.

 
samuel rodryguez


Nenhum comentário:

Chega!

São dois mil anos de história da Igreja, uma historia que começou por volta do ano 33, uma historia gloriosa, de lutas, perseguições, da...