terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

O Todo Poderoso

 

Todo Poderoso, ( El Shaday) foi dessa forma que Deus manifestou-se ao patriarca Abraão. Em meio a tantos desafios que seriam enfrentados, em meios a tantos desencontros, em meio as impossibilidades humanas, foi dessa forma que Deus se manifestou.  A fé que este Deus podia, todas as coisas, foi a que fez com que o mesmo Abraão conduzisse com consternação, mas com obediencia seu filho Isaque ao alto do Moria para o sacrificio. Abraão sabia que não importava o que acontecesse com Isaque, Deus cumpriria a sua promessa, nem que para isso fosse preciso ressucitar Isaque dos mortos, de fato Abraão estava com os olhos em um Deus Todo Poderoso.

Todovia porém, para que  este El Shaday,  se manifeste, de forma tão sublime na vida daquele que Nele acredita, como se manifestou a Abraão foi preciso que este rompesse com a subjetividade da fé. Quando  falarmos que possuímos fé, ou pensarmos que há possuímos,  isto ainda é algo por demais subjetivo, sendo assim acredito que  Deus ,providencia, ocasiões em que nossa fé pode ser provada, através de ações, de atos de fé.

Deus, claro não nos prova, para nos conhecer, para saber algo a nosso respeito, pois toda a nossa vida já esta patente diante dos seus olhos. A provação tem o proposito de manisfestar a Deus em nossas vidas, sendo provado, posso dizer que Deus está querendo se manifestar em mim, e é nessas horas que a fé subjetiva, transforma-se em uma ação concreta e objetiva.

Diante de vários acontecimentos de nossa vida é preciso agir com fé, agir com base no que  de Deus, se tem sido revelado nas escrituras, provando para nós mesmo e para as pessoas ao nosso redor o valor da nossa fé.

Sempre encontraremos nas escrituras, Deus fazendo coisas extraordinárias, alinhadas ao obrar humano na terra, foi Ele, sem duvida quem abriu o mar vermelho, mas Israel não esperou saber que o mar estava aberto para então prosseguir,  pelo contrario foi marchando em direção ao mar vermelho quando este ainda estava fechado, também foi Deus quem derrubou as muralhas de Jerico, porém o povo ficava rodeando a cidade, como se de fato estivessem procurando alguma brecha ou lugar onde pudessem entrar.

Quando apenas esperamos Deus “fazer primeiro”, isso muitas vezes tem mais a haver com nossa falta de fé do que com a nossa confiança e “sabedoria”.

Vivo um momento extraordinário em minha vida, um momento em que decidi avançar, esquecer o passado olhar para Cristo, e particularmente falando tenho vivido milagres verdadeiros vindos de Deus. Sei que não sou eu merecedor de coisa alguma, antes porém o mais indigno entre os homens, todavia tenho sentido a mão e presença do meu Deus sobre a minha vida.

O que faço? Apenas creio que a palavra Dele é a verdade, e quando me vejo em apuros por assim dizer, resolvo agir com fé.

Mas escrevo não para falar de mim, alías isso nehuma importancia tem, escrevo para falar que Deus é exatamente aquilo que as escrituras dizem que Ele o é, que faz exatamente as mesmas coisas que a Bíblia relata que Ele fez.

Muitas vezes a falta de fé tem infelizmente gerado “teologias”, explicações racionais, bem elaboradas no contexto humano, para dizer que Deus na presente dispensação não faz isso ou aquilo. – Mas as coisas espirituais se discernem espiritualmente,  e não de forma racional.

Continuarei acreditando em coisas extraordinárias, vivendo o sobrenatural em minha vida, aos que quiserem dizer que estou enganado, direi apenas:  Eu sei em quem tenho crido.

Continuo acreditando no Deus de Abraão, o Todo Poderoso.

Nenhum comentário:

Chega!

São dois mil anos de história da Igreja, uma historia que começou por volta do ano 33, uma historia gloriosa, de lutas, perseguições, da...