quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Vida Com Deus.

Um irmão, conhecido de nossa igreja, foi acometido por um AVC, e esteve internado em coma por uns oito dias, milagrosamente saiu do coma, venceu o AVC, e não apresentou nenhuma sequela! – Canta e louva ao Senhor com toda a alegria da sua vida, sabedor que, foi por uma intervenção divina que sua vida terrena foi preservada, é lindo vê-lo com seu acordeom nos cultos, louvando ao Senhor com hinos tradicionais. Não conseguirei aqui, descrever a grande alegria que ele transmite quando canta, a forma como que esses hinos por ele entoados vão direto ao nosso coração e forma de como esse irmão vai testemunhando  Jesus em sua carreira Cristã. Escuto , vejo o testemunho vivo, me alegro e vou dando glórias a Deus.

 

Um outro irmão, também conhecido em nossa Igreja, esteve por alguns dias internado, acometido por um câncer, que foi lhe consumindo o intestino, a Igreja em oração, a família ansiosa, esperando uma intervenção divina – Mas este nosso irmão, veio a falecer, agora oramos por uma intervenção divina, na família enlutada, para que seus coração possam ser animados pelo Senhor, que um dia nos congregará de novo em uma só grei – Contou-nos a viúva de nosso tão querido irmão que nesta ultima semana, ele sofria com terríveis dores sendo com frequência medicado pelos enfermeiros afim de que sua dor fosse amenizada, e mesmo em meio a isso tudo, quando lhe perguntavam se ele estava bem, ele assim respondia: “ Não se preocupem, pois Jesus está comigo, Ele prometeu não me abandonar! – E foi com essa convicção que nosso agora saudoso irmão resistiu a uma semana de dor e sofrimento que antecederam a sua partida! – Outro testemunho vivo, de um homem que acabou a sua carreira e guardou a sua fé, da mesma forma vou dando glorias a Deus!

Quisera eu que em todos os momentos da minha vida, meu Senhor pudesse ser glorificado! Nas minhas vitórias por ele concedidas como também no dia mal, dia da adversidade, dia de ficar escondido em seu pavilhão!

Do meu nascimento, ou melhor do meu novo nascimento, até o dia da minha partida que minha vida seja para louvor e glória daquele que vive para Sempre! – Que nas minhas lutas, o mundo possa olhar e ver a minha fé, que seja uma fé que vai além das circunstancias e que não se mede pelos acontecimentos temporais, porque é uma fé que mira a eternidade!

Que nas minhas vitórias, curas e intervenções de Deus na minha existência, também o mundo veja em mim não momento, mais sim um vislumbre da eternidade, do momento final, escatológico, onde não haverá mais a dor, nem choro, morte ou tristeza e entenda nisso o poder restaurador da cruz de Cristo, no homem pecador.

Ser cristão, usando agora as palavras do meu pastor local, é muito mais que aparência, usos e costumes, bíblia debaixo do braço, presença marcada religiosamente em cada culto, ser cristão é ter um compromisso eterno com Cristo, em cada embate, cada lance desta vida e quando tudo se acabar ou por ocasião da sua vinda ou de nossa partida, ter a certeza de fé que reinaremos com Ele, por toda a eternidade.

Esses dias foram dias para alguns, de paradoxos: Uns louvando a Deus pela cura e outros louvando a Deus pelo exemplo de fé, daquele que partiu dando testemunho da vocação Cristã.

Para mim são dias de reflexão, tenho me questionado a cada dia sobre a real natureza da minha fé, sobre a forma como estou servindo a Deus, se minha vida tem sido ou não uma vida que o glorifica em tudo, sobre meu chamado e vocação. Usando de novo as palavras do meu pastor: Que exemplos deixaremos em nossa breve passagem pela vida terrena?

Estes dois irmãos cada um ao seu tempo já estão na minha memoria, como exemplos, que procurarei incorporar a minha percepção de cristão.

Vou assim vivendo de glória em glória, sabendo que :

 

A nossa leve e momentânea tribulação produz para nós eterno peso de glória, acima de toda comparação,não atentando nós nas coisas que se veem, mas nas que se não veem; porque as que se veem são temporais, e as que se não veem são eternas. II Corintos 4

 

 

Rodryguez & Carvalho.

Um comentário:

By: Ôh Grória!!! disse...

lindo texto, é verdade temos q aprender a glorificar a Deus nos bons ee maus momentos momentos de ribulação angustia e nos bons tambem nunk eskecer q ele está conosco..... amei o texto apaz!!

Chega!

São dois mil anos de história da Igreja, uma historia que começou por volta do ano 33, uma historia gloriosa, de lutas, perseguições, da...