sábado, 1 de dezembro de 2012

Sobre os ombros dos gigantes.

91 anos de idade e 71 anos de entrega a Cristo! Pastor, Pregador da Palavra esbanjando um vigor “pentecostal”, que muitos em tenra idade não possuem!

Esse ancião foi o nosso preletor ontem, que com muita habilidade e lucidez nos ministrou uma palavra como base no Salmo 101:06 – A memoria de um homem é um forte legado, e ouvir e poder registar isso é uma honra para nós que estamos começando a trilhar o evangelho. Muitas coisas trouxe eu comigo ontem desse culto, algumas frases e afirmações que irão me ajudar a nortear a minha vida ainda mais quero aqui registrar algumas falas que achei serem muito edificantes:

 

  • “Antes eu me apresentava como pregador e pastor, aprendi com o tempo que o importante é apresentar o verdadeiro professor, pastor e ensinador que é o Espírito Santo de Deus”
  • “A palavra de Deus quando pregada por si só possui virtude, é essa virtude, esse poder que invade a mente e coração, e é capaz de causar transformações e conversões em que há ouve”
  • “A igreja como templo, não é caminho, mas antes de tudo uma escola, que ensina as pessoas a vontade de Deus, e o caminho do céu, engana-se quem faz da Igreja /templo um fim em si mesmo e acha que ira salva-se por ir congregar apenas, nosso dever é aprender as lições que nos são ensinadas e aplica-las na vida diária”

O culto foi assim se desenrolando a pregação foi sendo ministrada, o amor de Cristo de sendo revelado, e no final algumas pessoas se decidiram por Cristo.!

Mas sentado comigo no púlpito, outro pastor com mais nos seus 80 anos e mais de 40 de serviço Cristão, esse já não tão vigoroso, com dificuldades para ler, em sua saudação foi falando os versículos de memoria, uma benção! Depois sentado ao meu lado, o tempo todo,intercedia pelas pessoas não cristãs em nosso meio para que as algemas espirituais caissem e houvessem conversões, falava baixinho mas como eu estava do lado pude ouvi-lo! Fui assim me deliciando coma pregação de um e a firmeza intercessória do outro.

Aprendi dois importantes valores, que eu já sabia, mas precisei de outra lição! Uma a integridade do pregador em relação com sua mensagem e outra a necesidade de orar sem cessar!

Não é toa que pessoas assim deixam marcas poderosas em sua pasagem pela vida ministerial, com um legado de conversões, curas e transformações de vida.

Aprendi que compor o pulpito ou ter uma função ministerial e muito mais do que apenas dirigir ou conduizir um serviço de culto é antes do que tudo, ser um canal de benção e verdade, para quem ali está presente.

Ao termino do culto, fui lá conversar com o ancião e aprender um pouco mais sobre os trilhos da fé, já me propus a nos proximos dias tendo a oportunidade de conversar ainda mais com ele, quero como um discipulo ouvir suas palavras e atenciosamente ir anotando os seus registros.

Existe uma frase de Sir Isaac Newton, sobre seus descobrimentos cientificos e teorias: “Se eu vi mais longe, foi por estar de pé sobre ombros de gigantes.” – Quero aplicar esse mesmo mesmo principio e subir nos ombros dos gigantes espirituais que me antecederam, não apenas os de vulto na história eclesiastica, como Calvino, Lutero, Agostinho, Ambrosio, Crisostomo, Irineu, Policarpo, Jonh Wesley,  entre outros. Mas também nos ombros dos gigantes anonimos que com efeito tem derrubado portas, ateado fogo nas searas e libertado os cativos conduzindo-os a Cristo.

Ontem tive a oportunidade de conhecer um desses gigantes.

Rodryguez&Carvalho

Nenhum comentário:

Chega!

São dois mil anos de história da Igreja, uma historia que começou por volta do ano 33, uma historia gloriosa, de lutas, perseguições, da...