terça-feira, 14 de setembro de 2010

Religião e Escravidão

A Palavra Religião muito embora traga em sua essencia a idéia de religar ( do latim religiare), tem sido um dos maiores “desligadores”, causando guerras e destruição ao longo da hisória da humanidade, embora argumente-se que a tal religação seja entre Deus e o Homem, nem neste aspecto a religião tem servido ao seu proposito. A religião é falida, e não poderia ser diferente uma vez que é composta de regras e normas criadas por homens, e homens traz em sua essencia a fabilidade dos seus projetos, o pensamento humano nunca leva em consideração a historia do outro, do seu proximo, leva em conta suas próprias experiencias, cultura e formação. As religiões são em resumo uma tentativa meramente humana de tentar propriciar-se diante do seu criador e tras em si os elementos que cada cultura foi criando ao longo das eras.

O homem tras em sua consciencia a idéia de que está afastado de Deus, e procura de diversas formas se encontrar com este Deus, e vai criando suas normas, mas por ser a religião uma criação humana e falha vai tentando o ser humano impor sua religião aos outros, e muitas vezes esta imposição se deu ao longo da história através do uso da violencia.

Os tempos são outros é verdade, mas quantos que não se encontram escravizados  por uma ideologia religiosa?

Conheci um amigo meu que afastado da Igreja não consegue cultuar em outra igreja simplesmente porque está sem o seu terno e sua gravata e com o cabelo um pouco crescido, escravo de uma cultura e sistema religioso, que em vez de religa-lo com Deus, através destas praticas o esta infelizmente afastando.

Jesus, não pregou uma religião, ao contrario das religiões que são esforços humanos de se reconciliar com Deus, o Cristianismo é um esforço Divino de se religar com o homem, usando de todo o amor e não regras necessárias para isso. Regras ritos sao sim importantes,somente para nós humanos,  sempre inseridos em uma cultura especifica donde nascem estes ritos. Sim os ritos não nascem de uma revelação de Deus e sim de uma visão puramente humana. Deus em sua transcedencia, não necessita da forma para se revelar. Os “achismos” da religião tem cumprido um papel desvastador no que se refere a simplicidade do evangelho.

A salvação não se dá pelas obras ( Efesios 2.8-9) mas exclusivamente pela graça, os nossos ritos deveriam apenas ser formas didaticas de perpetuar nosso conhecimento e tradição, não pode passar disso.

Como disse Calvino, o simbolo não pode ser maior do que o objeto que simboliza, passando disso creio até mesmo incorrer em idolatria.

É tempo de quebrarmos alguns paradigmas e entendermos que antes de nossos ritos, liturgias e formas,a alma esta ansiosa e necessitada de conhecer a verdade que liberta, não a o rito que escraviza.

 

“Conhecereis a Verdade, e Ela vós LIbertará”

Rodryguez

Visite o blog da familia crista ;   http://somosfamiliacrista.blogspot.com

Nenhum comentário:

Chega!

São dois mil anos de história da Igreja, uma historia que começou por volta do ano 33, uma historia gloriosa, de lutas, perseguições, da...