quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Deus resiste ao Soberbo

A Soberba é um pecado comum , muitas vezes escondido no interior da vida humana, pouco reconhecido, até mesmo porque é difícil uma pessoa se reconhecer como tal, alias é mais fácil reconhecer o pecado dos outros do que olhar para si próprio e considerar os seus próprios caminhos, e muitas vezes quando olhamos para nós mesmos corremos o risco de sermos complacentes demais, é justamente por isso que precisamos do olhar de Deus sobre as nossas vidas.

A soberba é o sentimento ou a busca da severidade sobre as demais pessoas, a pretensão de exclusividade, seja em razão da sua etnia, cultura, posição social ou religiosa. Foi Cristo quem deixou bem claro que se alguém quisesse ser o maior deveria ser o menor e servir, muita embora este conceito e doutrina seja divulgado e pregado na pratica muitas vezes a coisa não funciona como deveria, pois o que não faltam em nossos dias são pessoas que reivindicam para si títulos, posições e honrarias e exaltam sua condição em detrimento do outro e no pior do casos esquecem da sua posição ínfima diante de Deus.

Aqueles que procuram para si a glória e a busca com todas as suas forças dificilmente ou nunca a terão e a se tiverem é por um espaço de tempo curto e é certo o seu fim. Por outro lado muitos como o Rei Davi não sabiam e nem tinham ideia do que lhes estava reservado, e mesmo quando na posição não deixaram o sentimento de soberba lhes arrebatar, enfim tiveram suas posições estabelecidas e perpetuadas pelo próprio Deus.

A soberba nos impede de ver o outro como igual, o soberbo sempre tem um olhar de severidade em relação aos demais. 

O soberbo é alguém em constantes lutas, guerras, intrigas e desafios um competidor por natureza, que vive a procura de constantes vitórias com a intenção cada vez maior de sua própria exaltação.

O soberbo é alguém em uma constante luta, não tem paz em si mesmo, e também não busca a paz, lembremos-nos que paz em Hebraico Sharon, deriva de uma raiz que significa submeter-se ( A Deus), assim o soberbo não convive com a paz, porque muitas vezes é nos submetendo-nos uns aos outros e tendo os outros como superiores é que encontramos a paz. Cristo não veio criar uma oligarquia religiosa, poucos mandam e muitos obedecem, também não veio criar uma democracia religiosa, antes veio para converter o homem a Deus, o pai o filho o filho ao pai, acabar com as lacunas de separação abertas pelo pecado, e nos conduzir a condição que todos fossemos um, com equidade de animo, diferentes funções no corpo porém todas de igual importância no reino.

O soberbo é alguém em uma luta, luta em que entra na condição de vencido, de perdedor, muito embora muito se esforce, já esta fadado ao fracasso, pois luta contra o próprio Deus.

"Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes. Sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo e ele fugirá de vós. Humilhai-vos perante o Senhor e Ele vos exaltará..."

 

Rodryguez & Carvalho

Nenhum comentário:

Chega!

São dois mil anos de história da Igreja, uma historia que começou por volta do ano 33, uma historia gloriosa, de lutas, perseguições, da...